Poucas novidades no round 2 masculino do World Junior Championship 2017

publicado há 4 meses por 0

wjc-2017-dia-2

Com ondas bastante semelhantes às do primeiro dia e muito tempo para “queimar” o WJC apenas avançou com o round de repescagem masculino.

Na água esteve um surfista residente em Portugal, Arran Strong, que vive na Ericeira e tem aprimorado o seu surf nos point breaks da terra dos ouriços mas compete pela Inglaterra. Strong tinha um dos adversários mais fortes desta fase, o vencedor do Pipe Invitational, Fin McGill. O heat foi um pouco mais equilibrado do que a pontuação final indica, mas o havaiano foi mais forte e bateu o britanico com alguma vantagem.

Muitos dos heats foram bastante parados e infelizmente mais um Europeu ficava pelo caminho, Thomas Debierre, frente a Che Allan, dos Barbardos. Já Marco Mignot, o 3º surfista do velho continente em prova nesta fase, foi um dos destaques e bateu o sul africano Beven Willis no último heat do dia.

A única portuguesa em prova, Teresa Bonvalot, venceu o seu heat do round 1 e terá de esperar que realizem a segunda fase para ficar a saber quem é a sua próxima adversária!

Acompanha o resto da prova em directo AQUI!

Comentários