Depois de muita consideração pela WSL, a principal liga de surf a nível mundial anunciou o inevitável, o cancelamento do circuito de 2020.

Apesar do nosso desporto ser um dos mais seguros de praticar nesta nova realidade de pandemia mundial, a logística necessária  para realizar provas desta dimensão em segurança, com atletas e staff a viajarem um pouco de tudo o mundo, torna-se praticamente impossível o que faz de 2020 o ano em que a temporada da WSL “não aconteceu”, algo que nunca se tinha sucedido desde que surgiu o circuito em 1976.

No entanto, o circuito de 2021 poderá ser como nenhum outro até aqui, começando no Havai com provas do Championship Tour em Honolua Bay, para o circuito feminino, e Pipeline, para o masculino, um plano que tinha sido projectado há vários anos mas que acabou por ser adiado por tempo indeterminado. Portugal recebe a segunda prova a contar para o circuito que é, efectivamente, a primeira do ano, em Fevereiro, seguindo-se 3 provas na Austrália, Gold Coast em Março, Bells Beach e Margaret River em Abril. Depois o tour segue para o Brasil, em Maio, Surf Ranch, nos EUA, e G-Land, na Indonésia, em Junho, Jeffreys Bay em Julho, Tahiti em Agosto e em Setembro realiza-se a WSL finals, prova onde os 5 melhores classificado do circuito vão disputar o título mundial.

E há mais novidades, a meio de 2022 haverá um “cut” a meio do ano, deixando 1/3 dos competidores fora da disputa a partir da sexta etapa. O circuito masculino a partir desse ponto baixa de 36 surfistas para 24 e o feminino de 18 para 12 e depois da 10ª prova haverá novamente um top5 a disputar o título mundial, que será garantidamente vencido na água.

O circuito QS também terá outros moldes já em 2021, com as provas menos valiosas, os qualifying series, a acontecerem entre Janeiro e meio de Agosto começam os Challenger Series, provas mais valiosas que vão dar oportunidade aos surfistas que não se garantiram pelo CT fazê-lo via QS.

Haverão ainda alguns special events em 2020, como uma prova realizada no Surf Ranch, em Agosto, a Euro CUP realizadas em Setembro e Outubro em França e Portugal, e o Australian Grand Slam of Surfing, que se realiza nos mesmos meses mas na Gold Coast e Margaret River.

Provas de 2020/21
Shiseido Maui Pro presented by ROXY: Maui, Hawaii
November 25 – December 6, 2020
Billabong Pipe Masters: Oahu, Hawaii
December 8 – 20, 2020
MEO Pro Portugal: Peniche, Portugal
February 18 – 28, 2021
Corona Open Gold Coast presented by Billabong: Queensland, Australia
March 18 – 28, 2021
Rip Curl Pro Bells Beach: Victoria, Australia
April 1 – 11, 2021
Margaret River Pro: Western Australia, Australia
April 16 – 26, 2021
Oi Rio Pro presented by Corona: Saquarema, Brasil
May 20 – 29, 2021
Surf Ranch Pro: California, USA
June 10 – 13, 2021
Quiksilver Pro G-Land: Indonesia
June 20 – 29, 2021
Corona Open J-Bay: South Africa
July 7 – 19, 2021
Outerknown Tahiti Pro: Teahupo’o, Tahiti
August 26 – September 6, 2021
The WSL Finals: Location TBD
September 8 – 16, 2021

Comentários