O dia final do Deeply Pro Anglet, etapa QS 1.500, começou bem para os portugueses presentes na categoria masculina. Na feminina Francisca Veselko foi eliminada nos quartos de final, terminando, mesmo assim, num excelente 5º lugar.

Pedro Henrique e Vasco Ribeiro dominaram as suas baterias, ambos a fazer notas na “casa” dos 8 pontos para seguirem para as meias finais. Pedro começou bem a sua bateria contra Andy Criere mas o espanhol foi melhorando ao longo do tempo e acabou na frente, deixando o ex-campeão Europeu a precisar de uma nota de 7.41 pontos, mesmo assim terminando em 3º lugar, a sua segunda presença nas fases finais em apenas três provas.

A segunda meia final era uma repetição da final deste evento em 2018, Vasco Ribeiro VS Gatien Delahaye. Foi mais uma disputa equilibrada, mas desta vez o português acabou na frente, garantindo assim a sua terceira presença em finais de provas QS.

Entretanto realizou-se a final feminina, que foi vencida pela surfista que eliminou Veselko, Anat Lelior, de Israel, que bateu a australiana Isabella Nichols na derradeiro heat da categoria.

Andy Criere, um surfista que chegou a competir pela França antes de adoptar a nacionalidade espanhola, abriu com uma onda muito forte, recebendo 7.33 pontos dos juízes e pouco depois fez uma onda de 9 pontos, deixando Ribeiro em combinação. Vasco esperou muito por uma onda com potencial para sair da segunda posição mas o dia pertencia a Criere, que assim garantiu a 3ª vitória da sua carreira numa prova QS!

Comentários