Jack Freestone vence Sata Azores Pro | Dia 4

publicado há 2 anos por 0

Sata-Azores-Pro-dia-4

O Sata Azores Pro é conhecido por ser uma etapa de ondas boas no QS, e a edição de 2015 não desiludiu. O penúltimo dia de prova foi um parado, pois foram feitos vários “calls”, até começar o round 3…

As ondas estavam mais difíceis do que se esperava pois o off-shore soprava forte e as ondas não passavam de um metro nos sets. Foi nesta fase que perdeu mais um surfista português, Marlon Lipke. Os seus adversários, Adam Melling e Hizunome Bettero apanharam ondas melhores e conseguiram superar o algarvio, que saiu dos Açores com um 17º lugar.

Pedro Henrique estava na mesma fase e tinha como adversários dois nomes de peso, Wiggolly Dantas e Ezekiel Lau. Henrique fez um heat sólido, só perdendo para Dantas que fez a melhor onda do dia, uma direita cheia de batidas verticais de backside, e ambos avançaram.

Já no último dia de prova, Pedro Henrique fez uma das melhores médias da prova, no seu heat dos oitavos de final man-on-man contra Hizunome Bettero. Em duas ondas, “Pedrinho” deu dois grandes tubos de backside e ficou com notas de 8.50 e 8.60, qualificando-se para os quartos de final.

Infelizmente nessa fase encontrou um inspiradíssimo Sebastian Zietz que fez um dos seus melhores heats do ano contra o português. Os seus “full rail” carves foram muito bem pontuados pelos juízes mas quando deu um “nose pick reverse” garantiu a vaga nas meias finais. Mesmo assim, Henrique saiu dos Açores com um excelente 5º lugar e 5.200 pontos no ranking, subindo 20 posições.

As meias finais tinha um top do CT cada, Zietz na primeira, contra o ex-top Dion Atkinson e Miguel Pupo na outra contra Jack Freestone. E foram mesmo os australianos, Atkinson e Freestone, que dominaram e encontraram-se na final. O derradeiro heat foi muito competitivo mas no fim foi Jack Freestone que venceu, garantindo assim a sua vaga no World Tour de 2016!

Comentários