Terminou hoje a sexta etapa do Championship Tour de 2018, o Corona Open J-Bay, uma prova vencida pelo “furacão” brasileiro. Filipe Toledo é talvez o único surfista do tour que em certas condições se estiver a surfar perto do seu 100% é virtualmente imbatível.

Nos últimos anos, apesar de ter tido uma lesão no início de 2017, Filipe Toledo fez 7 finais no CT e venceu-as todas. Neste derradeiro dia de prova Toledo começou com uma vitória sobre o perigoso campeão mundial de 2014, Gabriel Medina, que fez uma onda de 9.1 pontos mas mesmo assim foi eliminado. Nas meias finais “Filipinho” despachou um adversário com quem tem algum historial, Kanoa Igarashi. Por duas vezes, quase consecutivas, Kanoa bateu Toledo com interferências e desta vez o brasileiro vingou-se deixando-o numa combinação.

Na final Toledo encontrou um adversário surpreendente, o rookie menos “badalado” da turma de 2018, Wade Carmichael. Wade é um daqueles surfistas com muito surf e pouco apoios mas mesmo assim conseguiu manter-se no tour e qualificar-se. De momento lidera a “corrida” pelo título de rookie do ano e no caminho para a sua segunda final do ano, eliminou o “monstro” local, Jordy Smith e Conner Coffin.

O último heat da prova foi mais um “passeio” para Filipe Toledo, e com a vitória disparou na liderança do ranking. Carmichael também mostrou grande forma mas no fim ficou a precisar de uma nota de 8.8 pontos para virar o heat. A próxima etapa será o Billabong Pro Tahiti, que se realiza entre 10 e 21 de Agosto.

Comentários