Ondas pequenas mas com boa formação e vento fraco off-shore receberam os surfistas do circuito QS no primeiro dia do Azores Airlines Pro, prova de 6.000 pontos a contar para o ranking do circuito de qualificação da WSL.

Esperavam-se ondas ligeiramente maiores na praia de Santa Bárbara para o primeiro dia do evento, mas meio metro acabou por ser suficiente para se ver bom surf. Três dos quatro surfistas lusos em prova neste dia tinham origem brasileira e entre eles apenas Sidney Guimarães se deu bem. Sidney venceu o primeiro heat do dia, contra 3 nomes de peso mas, graças às duas melhores notas de toda a bateria, deixou Jackson Baker em segundo e eliminou Rafael Teixeira e Caleb Tancred. Infelizmente Halley Batista e Pedro Henrique, dois surfistas com muita experiência no circuito QS e, no caso de Henrique, com um bom historial de resultados em São Miguel, foram eliminados.

Um dos destaques do dia foi o brasileiro Matheus Navarro, que fez a melhor média do dia. Mas mais impressionante ainda, no mesmo heat, foi Ethan Ewing que mesmo tendo provavelmente o melhor surf do QS encontrou algumas dificuldades para se qualificar para o round seguinte, passando para o segundo lugar perto do fim numa onda com pouco potencial mas muito bem surfada.

Afonso Antunes, ou “Alfonzo”, como lhe chamam os comentadores, estava no que seria o último heat do dia contra Michael Dunphy e ainda o irmão de Jesse Mendes, Vitor, uma vez que os outros dois adversários que estavam colocados na bateria anteriormente, Jake Elkington e Mitch Coleborn, retiraram-se do evento. Foi um heat muito disputado, com Antunes quase sempre na liderança, graças a uma boa escolha de ondas e sequências bem executadas. Sensivelmente quando o director de prova avisou que essa seria a última bateria do dia, devido à qualidade do swell previsto para mais tarde na semana e à maré que começava a ficar muito cheia, Afonso apanhou uma das melhores ondas do dia, uma direita que encheu de manobras para voltar ao primeiro lugar. Nos últimos minutos Dunphy conseguiu passar de 3º para 2º mas foi o jovem português acabou com a vitória avançou para a fase seguinte.

O Azores Airlines Pro regressa amanhã, acompanha tudo em directo AQUI!

Heats com portugueses
Round de 144
Heat 13Nomme Mignot x Frederico Magalhães x John Mel x Jean Des Bouillons
Heat 16 | Jacob Willcox x  Renan Pulga x Phillipe Chagas x Eduardo Fernandes
Heat 18 | Joaquin Del Castilo x Kaenu Asing x Yuri Gonçalves x Pedro Coelho
Heat 20 | Luke Gordon x Joshua Burke x Lucas Vicente x Luis Perloiro
Heat 24 | Vasco Ribeiro x Noe Mar McGonagle x Miguel Blanco x Francisco Carrasco

Round de 96
Heat 1 | Alex Ribeiro x Peter Healion x Sidney Guimarães x O’Neill Massin
Heat 6 | Frederico Morais x Wiggolly Dantas x Hiroto Arai x Matheus Navarro
Heat 7 | Tim Bissot x Jácome Correia x Ruben Vitoria x Colt Ward
Heat 12 | Matt Banting x Marco Mignot x Samuel Souza x Afonso Antunes

 

Comentários