Portugal tem um dos melhores circuitos nacionais de surf a nível mundial, a Liga MEO Surf. Tudo começou nos anos 90 e mesmo com alguns altos e baixos no caminho o circuito passou a ser um degrau a caminho de “voos mais altos” graças à sua grande competitividade. A década de 00 foi de consolidação para uns e passagem de guarda para outros. Fica a conhecer os campeões nacionais dessa época.

A década de 00

2000 – Campeão Nacional – Paulo do Bairro – José Gregório 2º lugar
Paulo do Bairro esteve no top16 do circuito praticamente todos os anos desde que este foi criado, em 1992, mas as vitórias na década anterior eram difíceis de obter por mais factores para além do nível técnico. A partir do ano 2000 a ANS tomou conta do circuito e novos vencedores, como Paulo do Bairro, começaram a aparecer. Esta disputa foi até ao último heat da última etapa, em Ribeira D’Ilhas, e Paulo acabou na frente do seu amigo próximo e grande rival nessa temporada, José Gregório, garantindo o  título como recompensa de todo o seu esforço e dedicação.

2001 – Campeão Nacional – Guga Gouveia
Gustavo “Guga” Gouveia nasceu e cresceu no Brasil, onde o surf estava muito mais desenvolvido, emigrando para o nosso país ainda muito jovem. Por questões burocráticas foi obrigado a ficar vários anos a competir apenas a nível regional, até estar apto para competir no circuito nacional. A sua falta de competitividade foi sempre visível desde cedo mas o seu talento acabou por compensar e em 2001 levou o título. Esta foi a vitória de um surfista “estrangeiro” mais celebrada pelos seus companheiros de circuito, que nem sempre aceitaram bem as derrotas para quem vinha de fora.

2002 – Campeão Nacional – Tiago Pires – José Gregório 2º lugar , João Antunes 3º lugar
Depois de vários anos com algum sucesso, o circuito da ANS entrou em queda e apenas conseguiu assegurar duas etapas. Tiago Pires já era destaque no QS mas arranjou tempo para competir (e vencer) em ambas, num ano em que conseguiu também a primeira vitória portuguesa numa prova 5 estrelas (Irago Billabong Pro, no Japão). Este acabaria por ser o seu único título de campeão nacional fora das categorias júniores mas ficou longe de ser o maior triunfo da sua carreira.

2003 – Campeão Nacional – José Gregório – Ruben Gonzalez 2º lugar , Paulo do Bairro 3º lugar
Tirando o título do ano de 1998, que acabou por ser atribuído a João Antunes, sempre que Gregório ganhou foi com larga vantagem. Neste ano fez quase todas as finais, com vários segundos e um primeiro lugar para acabar com uma vantagem de quase 1.000 pontos para Ruben Gonzalez.

2004 – Campeão Nacional – Ruben Gonzalez – Justin Mujica 2º lugar , João Antunes 3º lugar
Ruben já era reconhecido como um dos maiores talentos de sempre do nosso país mas até aqui só tinha vencido duas etapas, em 1997 e 2003. Em 2004 encontrou o seu ritmo competitivo e iniciou uma campanha competitiva que só foi igualada em termos de número de títulos recentemente.

2005 – Campeão Nacional – Ruben Gonzalez – João Antunes 2º lugar, José Gregório 3º lugar
Desta vez Ruben não venceu nenhuma etapa mas foi extremamente consistente, fazendo muitas finais. Tiago Pires teria sido o spoiler se tivesse participado em mais uma prova já que venceu as três últimas etapas e ficou em segundo em outra. No entanto, contabilizando os 5 melhores, Gonzalez venceu novamente, com Antunes em segundo e Gregório em terceiro.

2006 – Campeão Nacional – Ruben Gonzalez – João Antunes 2º lugar , José Gregório 3º lugar
A disputa pelo título foi ainda mais apertada com João Antunes e José Gregório mas, ao vencer, Ruben tornou-se no único surfista até agora a vencer o circuito nacional por três anos consecutivos.

2007 – Campeão nacional – José Gregório – Antunes 2º lugar , Nicolau 3º lugar
O ano de 2007 foi o fim de uma era, a última vitória de um surfista da primeira geração de surfistas profissionais portugueses. E, claro, só podia ter sido mais uma grande disputa entre os maiores rivais da história do surf competitivo nacional, José Gregório e João Antunes. No final Gregório levou a melhor enquanto que a grande sensação do circuito foi Nicolau Von Rupp, na altura com apenas 16 anos, que venceu duas etapas consecutivas.

2008 – Campeão Nacional – Ruben Gonzalez – David Raimundo 2º lugar , David Luís 3º lugar
Os resultados da primeira etapa acabaram por dar o top3 para o final do circuito, com Ruben Gonzalez a conquistar o 4º título, David Raimundo a terminar como vice-campeão nacional e David Luís foi 3º. Este circuito de apenas três etapas teve Tiago Pires e um recém chegado Eduardo Fernandes também como vencedores de provas.

2009 – Campeão nacional – João Guedes – Alexandre Ferreira 2º lugar , Frederico Morais 3º lugar
O primeiro e (até agora) único título de campeão nacional a ir para o Porto foi em 2009 pelo melhor surfista de sempre daquela zona, João Guedes. “Xaninho” liderou grande parte do ano mas na última etapa Guedes conseguiu um resultado melhor e acabou na frente. Frederico Morais também estava na disputa mas ainda não se tinha transformado no surfista que mais tarde entraria no Championship Tour.

Podes ficar a conhecer os campeões dos anos 90 AQUI!

Comentários