Slater vence, John John lidera | Billabong Pro Tahiti | Dia 5

publicado há 9 meses por 0

KELLY-SLATER-VENCE-BILLABONG-PRO-TAHITI-2016

O primeiro dia do período de espera do Billabong Pro Tahiti foi um lay day, mas a partir daí foi sempre a melhorar e o último dia foi mesmo a cereja no topo do bolo.

As ondas estavam perfeitas e o primeiro heat foi um bom indicativo do que estaria para vir. A bateria defrontava Jordy Smith e Adrian Buchan e o australiano provou que está entre os melhores surfistas do planeta neste tipo de condições, vencendo com autoridade.

Logo de seguida Keanu Asing “atacou” Slater com tudo o que tinha, mas quando o 11x campeão do mundo apanhou uma bomba e deu o melhor tubo da prova até aí, o heat estava perdido pelo havaiano. Kelly recebeu uma nota 10, seguida de uma de onda de 8.1 e mais um 10, conseguindo assim o terceiro heat perfeito da sua carreira.

A terceira bateria do dia foi o único confronto 100% brasileiro, Jadson André VS Gabriel Medina. Ambos fizeram muitos tubos mas no fim Medina foi claramente superior, vencendo novamente. E para terminar o round, John John Florence bateu Joel Parkinson.

Os quatro vencedores do round 5 seriam todos vencedores na fase seguinte, os quartos de final. Entre os 8 surfistas em prova nessa fase a média mais baixa foi de 13.40 e todos os vencedores fizeram médias de 17 para cima. Kelly Slater mais uma vez ficou perto de uma média de 20 pontos, mais especificamente com 19.27 para bater o super perigoso Bruno Santos. Também Julian Wilson fez uma nota 10, quando saiu de um tubo impossível, mas a “estrelinha” de John John Florence brilhou novamente e o havaiano virou a bateria com uma última onda impressionante.

Kelly e Adrian fizeram a final desta prova em 2013, e foi Buchan quem venceu dessa vez, mas o “quarentão” estava imparável e venceu mais uma bateria. No heat seguinte John John e Medina disputavam não só um lugar na final mas também a liderança do circuito mundial. Florence já tinha passado Matt Wilkinson no ranking mas Gabriel podia acabar na frente caso vencesse esse heat e a final.

John John começou mais forte mas a meio do heat o brasileiro virou a bateria com uma nota 10. Na onda seguinte Florence fez mais um grande tubo e recebeu 9.93, ficando muito perto do primeiro lugar. O heat não acabou sem Gabriel fazer mais uma nota de 9.1 nos últimos segundos John John fez 9.73, quando precisava apenas de 9.31, e avançou para a final.

A final foi dominada por Kelly Slater apesar do novo dono da lycra amarela ter começado melhor. Pelo resultado o norte-americano, que também ganhou o Andy Irons Award, juntou mais um troféu do Billabong Pro Tahiti aos seus outros 5 e subiu para a 8º posição do ranking. Será que ainda entra na disputa pelo título?

Comentários