O mar “deteriorou-se” um pouco no sétimo dia do ISA World Surfing Games no Japão, com condições um pouco mais bumpy que nos dias anteriores, mas o nível de surf continuou muito alto.

Um dos grandes destaques do dia foi claramente o nosso Frederico Morais, que tratou de vencer as três baterias em que participou. Tudo começou no round 3, uma bateria que venceu contra Bryan Perez, Ketut Aditya e Lenni Jensen. A partir daí foi sempre a crescer e na bateria seguinte, no round 4, Frederico tinha dois adversários de peso Kelly Slater e Jay Quinn. Foi uma bateria muito equilibrada, sem notas muito altas até que, perto do fim, Morais fez a melhor onda do heat, recebendo 6 pontos, e logo de seguida um back up forte para bater Slater pela segunda vez na sua carreira e enviar Quinn para a repescagem. A sua incrível prestação não ficou por aí e logo de seguida tinha adversários ainda mais “pesados”, dois candidatos ao título mundial, Kanoa Igarashi e Ítalo Ferreira, e ainda Carlos Munoz. Nas provas em que já participou este ano no Championship Tour, “Kikas” tinha competido contra ambos, tendo perdido para o nipónico e batido o brasileiro. Desta vez Morais derrotou os dois apesar de ter surfado apenas duas ondas. O português fez notas de 5.50 e 8.33, para vencer com boa vantagem para deixar Ferreira em segundo, Munoz em terceiro e Igarashi em quarto.

Frederico terá como adversários no round 6 do main event Kelly Slater e Kolohe Andino, mais dois top10 do Tour, mostrando nesta prova, mais uma vez, que uma vaga no CT, e nos jogos olímpicos, é bem merecida!

Infelizmente Miguel Blanco, que também arrancou neste dia no round 3 do main event, não teve o mesmo sucesso. O surfista da Linha do Estoril perdeu por menos de meio ponto uma bateria vencida por Gabriel Medina, com Rio Waida em segundo. Miguel surfou muito na sua bateria do round 4 de repescagem, mas foi superado por Shun Marakami na sua última onda, despedindo-se assim do evento.

Praticamente mais importante que a vitória no evento, é a disputa por uma vaga nos jogos olímpicos, algo que está bem ao alcance do único surfista português ainda em prova!

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários