Dia de ondas pequenas em Leça | Sumol Porto Pro

publicado há 2 anos por 0

sumol-porto-pro-2015-dia-1

A previsão para o primeiro dia do Sumol Porto Pro, 3º etapa da Liga MOCHE, apontava para condições muito pequenas e foi isso que se verificou à chegada à Praia Internacional.

As ondas não passavam dos três palmos e nem os bons fundos que se encontram nesta praia disfarçavam a falta de tamanho e impossibilidade de arrancar com a prova aí. O dia começou com uma reunião entre atletas e júris para esclarecer alguns pontos comentados nas etapas anteriores e criar um dialogo sobre os critérios e julgamento da Liga.

Entretanto o “plano B” para o evento, Leça da Palmeira, passou a “plano A” e a prova começou lá, às 14 horas. As ondas chegavam ao meio metro mas estavam bastante afectadas pelo vento e maré a encher.

Mas, apesar das dificuldades, viu-se surf de qualidade logo desde o primeiro heat. Pedro Boonman, Guilherme Fonseca e Zé Ferreira, nos dois primeiros heats do dia, surfaram bem, mas foi Pedro Henrique, logo no heat 3, quem “quebrou” a escala.

“Pedrinho” estreou-se na Liga MOCHE no ano passado nesta mesma etapa e desde logo se colocou como um candidato à vitória. E foi o voltou a fezer neste primeiro round da prova. Henrique fez as ondas pareceram boas, surfando com muita velocidade e grandes manobras, incluindo um aéreo bem controlado, acabando com a média de 15.6. Miguel Blanco estava no mesmo heat e não se deixou ficar para trás, surfando especialmente bem uma esquerda com três snaps de backside fortíssimos e uma finalização abusada.

E como já tem acontecido bastante, todos os cabeças de série avançaram para a fase seguinte, com destaque para Filipe Jervis e Frederico Morais, que tiveram vitórias “folgadas” sobre os seus adversários.

No último heat do dia Nicolau Von Rupp parecia estar em “apuros” pois apesar de ter começado bem o heat faltava-lhe um back up. Até que “ligou os motores” e fez duas ondas boas de seguida, juntando-se ao grupo dos vencedores e “arrastando” consigo o “local boy” António Rodrigues.

No heat seguinte Ruben Gonzalez e Ivo Cação passaram por falta de comparência dos seus adversários e a organização, face à degradação das condições devido à maré cheia e ao vento on-shore, aproveitou para parar a prova, deixando dois heats do round 1 por realizar.

O check in do próximo dia de prova será feito às 8 da manhã, na Praia Internacional. Podes acompanhar tudo em ao vivo na se estiveres no Porto ou ver a prova “live” pelo site surf.moche.pt ou na aplicação SURF MOCHE!

Comentários