O tour da WSL está quase a chegar ao fim, ficando apenas a faltar uma prova do Championship Tour masculino, e uma do QS feminino para fechar totalmente o ano.

Com o fim do Vans World Cup of Surfing muito mudou no ranking, objectivos foram concretizados para uns e sonhos foram desfeitos para outros. O grande vencedor da prova foi o wonderkid australiano, Jack Robinson, que saltou directamente para o Top5 do circuito de qualificação e conseguiu a tão esperada vaga no Championship Tour de 2020. “Robbo” combinou os seus adversários com duas ondas incríveis na final, deixando Ezekiel Lau em segundo, Ethan Ewing em terceiro e Cody Young em quarto.

Contas feitas e quase finalizadas deram os seguintes nomes para o CT 2020:
Frederico Morais;
Matthew McGillivray;
Jack Robinson;
Alex Ribeiro;
Miguel Pupo;
Ethan Ewing;
Connor O’Leary;
Morgan Cibilic*;

Entre estes 8 surfistas apenas 3 são “caras” novas, Matthew McGillivray, Jack Robinson e Morgan Cibilic e no caso de Cibilic a sua vaga ainda não está garantida pois se Deivid Silva tiver um resultado fraco em Pipeline poderá cair do top22 e perder e precisar da sua vaga pelo circuito QS, deixando Morgan fora do tour. Além de Deivid, também Jadson André e Yago Dora estão no top10 e apesar de fazerem parte do Championship Tour, estão fora da “bolha de qualificação” neste momento. Além dos rookies estão qualificados 5 “retornados” à elite do surf mundial, Frederico Morais, Alex Ribeiro, Miguel Pupo, Ethan Ewing e Connor O’Leary.

De fora por muito pouco ficaram Stuart Kennedy, que ainda pode conseguir a qualificação se Devid Silva e Yago Dora acabarem no top22 do Championship Tour de 2019, Jake Marshall, Barron Mamiya e Jogann Couzinet.

No tour feminino Isabella Nicholls será a única cara nova já que a japonesa Amaro Tsuzuki acabou por ficar de fora por muito pouco. Sage Erickson é a única regressada ao tour enquanto que Bronte Macauley, Brisa Hennessy, Macy Callaghan e Keely Andrew já faziam parte do Championship Tour mas tiveram que recorrer aos pontos do circuito QS paara se manterem. Fora da elite do surf mundial para 2020 ficaram três veteranas, Silvana Lima, Coco Ho e Paige Hareb.

Comentários