Nicolau Von Rupp comenta o seu heat do round 2 | MOCHE Rip Curl Pro Portugal

publicado há 2 anos por 0

nicolau-comenta-o-seu-heat-moche-rip-curl-pro-portugal

Foi logo no segundo heat do round 2 do MOCHE Rip Curl Pro Portugal que Nicolau Von Rupp teve a sua segunda oportunidade de mostrar o seu surf ao lado dos melhores do mundo. O vencedor dos MOCHE Trials competiu contra Kelly Slater e Matt Wilkinson no round 1, e tinha pela frente John John Florence nesta segunda fase. Como se esperava Nicolau mostrou-se muito forte nas ondas dos Supertubos, fazendo dois bons tubos, um para a direita, no início do heat, e um para a esquerda mais a meio. Florence, por sua vez, apostou em ondas mais pequenas e andou bem num tubo para a direita, mas conseguiu uma nota alta devido ao abusado aéreo reverse que deu na pesada secção final. Aí Nicolau ficou a precisar de uma nota média, até que pouco depois o havaiano deu um tubo para a esquerda e conseguiu e conseguiu melhorar o seu back up, deixando Nic a precisar de 5.85. Era uma nota muito acessível para este que também é uma referência neste tipo de condições, mas mais nenhuma onda de consequência apareceu a o heat terminou com Florence à frente. Uns minutos depois, no meio de muita solicitação por parte dos media, Von Rupp cedeu uns minutos à ONFIRE para falar sobre a experiência.

Nicolau, como correu o heat?
Chegámos hoje de manhã à praia e o mar estava lindo e estava a acontecer uma sessão de free surf incrível, com umas bombas impressionantes. No primeiro heat tivemos o Mick Fanning que fez logo um 9.43 e 8.50, estavam altas. Neste heat tanto eu como o John John estivemos lá fora à espera das melhores e chegou a uma altura do heat em que o John John passou para o plano B, que era apanhar ondas mais pequenas e fazer bons scores e eu continuei a focar-me em apanhar uma bomba. Apanhei uma mas precisava de outra para passar o heat e não veio.

Analisando um pouco a bateria, que achas que poderias ter feito diferente?
Muito sinceramente acho que tive uma boa estratégia de heat, era apanhar as melhores. Se calhar poderia ter começado a ser mais activo ao início, fazer uns scores pois tínhamos back ups de 3 e 4 pontos. Acho podia ter apanhado mais ondas mas uma pessoa nunca sabe, estou de consciência tranquila. Pensámos mesmo que iam aparecer ondas boas e não apareceram!

Como foi competir com um surfista que é tão falado actualmente, principalmente quando se trata deste tipo de condições?
Foi um grande prazer competir com o John John na praia dos Supertubos, onde me sinto em casa e as ondas se encaixam perfeitamente no meu surf. Ele não deixa de ser o melhor do mundo nestas ondas por isso tive mesmo que me focar em apanhar ondas melhores que ele, essa foi a minha estratégia.

Agora vais ficar a apoiar alguém em especifico no resto da prova?
Sim, vou ficar por cá, a apoiar o Saca e os outros surfistas, vai ser alto dia de surf aqui nos Supertubos.

Comentários