Com uma ondulação em crescimento e ondas boas na maior parte do dia, o Bom Petisco Cascais Pro, última etapa da Liga MEO Surf, arrancou cedo em Carcavelos

Na água estiveram primeiros os heats dos trials onde o destaque foi Diogo Appleton, um surfista que durante muitos anos esteve entre os melhores da sua geração a nível competitivo mas que entretanto virou o seu foco para outra área do surf. No entanto mostrou que continua a fazer muito bom surf em pranchas “normais”, vencendo a sua bateria. Diogo também teve sucesso na fase seguinte, passando para o round 2 num dos heats com condições mais desafiantes do dia.

Logo no primeiro heat do round 1 Vasco Ribeiro “esbanjou” categoria, impondo uma forte combinação aos seus adversários graças aos seus fortes carves e manobras a projectar muita água. Quem também surfou num nível bastante alto foram nomes como Eduardo Fernandes, Francisco Alves, Jácome Correia, João Kopke e Afonso Antunes. Este último, Antunes, deixou os seus adversários em combinação, incluindo o líder do circuito, Tomás Fernandes, que “escapou” desse heat por muito pouco. Foi o heat mais fraco que o surfista da Ericeira fez todo o ano, tendo passado em segundo com Bruno Marçal em 3º, a precisar de apenas 1.8 pontos, tendo feito 1.7 na sua penúltima. Já o seu adversário na disputa pelo título, Miguel Blanco, venceu com facilidade a bateria seguinte, enquanto as surpresas pela negativa foram a ausência de Marlon Lipke e as derrotas prematuras de João Guedes, Francisco Almeida, Ruben Gonzalez e Edgar Nozes.

Na prova feminina não houve grandes surpresas, excepto na eliminação de Camilla Kemp para Francisca Veselko e Gabriela Dinis enquanto que praticamente todas as outras “crónicas” das fases mais avançadas seguiram para as meias finais.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

 

Comentários