John John Florence imparável em Margaret River

publicado há 3 meses por 0

JOHN-JOHN-FLORENCE-IMPARAVEL-EM-MARGARET

Depois de mais de uma semana de lay days o Drug Aware Margaret River Pro voltou à água. O penúltimo dia do período de espera foi dedicado à categoria feminina, que já se encontrava nas meias finais. Com ondas a rondar os dois metros e algum vento, a campeã mundial em título, Tyler Wright, foi o primeiro destaque do dia, encaixando fortes rasgadas em secções difíceis de surfar, derrotando Sage Erickson no primeiro heat. Na bateria seguinte Stephanie Gilmore foi superada por Sally Fitzgibbons, por muito pouco, e esta surfista manteve o momentum para na final, acabando por vencer.

No dia seguinte o mar estava maior e com menos vento, mas igualmente complicado de surfar, excepto para um certo campeão mundial. Na primeira bateria Jack Freestone foi um pouco melhor que Owen Wright, vencendo uma bateria de poucas ondas e notas baixas. Depois foi a vez de John John mostrar um “preview” do que seria a sua performance no resto do dia. Michel Bourez deu-lhe alguma oposição mas o dia era mesmo do havaiano, que encaixou alguns carves impressionantes e começou o que seria uma prestação que nunca será esquecida no surf profissional.

De seguida a bateria 100% brasileira seria vencida por Filipe Toledo, que bateu o ex-vencedor desta prova, Adriano de Souza e, para terminar, a fase Kolohe Andino teve de fazer o seu melhor surf para eliminar o grande favorito do seu lado da grelha, Jordy Smith.

As meias finais foram heats bastante interessantes. A primeira porque John John realmente mostrou toda a sua classe e, em 3 ondas surfadas, 2 foram notas 9 pontos “plus”, deixando Freestone numa grande combinação. A outra foi um heat empolgante mas não devido ao surf. Os “groms” Toledo e Andino a certa altura viram tubarões no pico tiveram de fugir da água. Minutos depois regressariam mas nenhum dos dois parecia muito confortável. No final foi Kolohe quem lidou melhor com a situação virando a situação a seu favor, apesar de Toledo ter ficado perto de dar a volta ao resultado na sua última onda.

A final foi mais do mesmo para John John Florence, que com os seus laybacks conseguiu mais um par de notas 9, vencendo a final e voltando à posição que ocupou durante meses e até ao fim de 2016, o primeiro lugar do ranking. A próxima etapa será o Rip Curl Pro Bells Beach, que começa dia 12 de Abril!

Comentários