Portugal tem há cerca de três décadas um dos melhores e mais consistentes circuito nacionais de surf do mundo. Ao longo dos anos este circuito foi ocupando espaços diferentes nas carreiras dos melhores surfistas nacionais, sendo nos anos 90 o principal foco e actualmente uma espécie de campo de treinos para voos mais altos. Mas se há algo que não muda, é o prestigio de fazer parte do mítico top10 deste circuito. Fica a saber quem são os tops do surf nacional de 2021…

 

 

1º lugar – Vasco Ribeiro
Idade – 26 anos
Local – São João do Estoril
Ranking de 2020 – 2º lugar
Resultados de 2021 – 3º – 1º – 1º – 2º – NS

Neste momento Vasco só tem um adversário em Portugal Frederico morais, que em 2021 nem podia correr o circuito. Mesmo com um arranque mais fraco, um 3º lugar, Ribeiro garantiu o título por antecipação, o que fez dele o recordista deste circuito, com 5 títulos nacionais. Se tudo correr bem Vasco estará no Championship Tour em breve e não poderá competir na Liga MEO Surf mas, caso esse objectivo falhe irá provavelmente bater outros recordes em Portugal.

 

 

2º lugar – Afonso Antunes
Idade – 18 anos
Local – Ericeira
Ranking de 2020 – 2º lugar
Resultados de 2021 – 1º – 5º – 3º – 3º – 1º

3º em 2020 e 2º em 2021! Os resultados num ano normal teriam sido suficientes para se sagrar campeão aos 18 anos, entrando para a história como um dos mais jovens campeões do nosso país. Os seus objectivos a médio prazo serão seguramente tentar uma vaga no CT mas, enquanto não chegar a esse patamar, terá muito para ganhar neste circuito.

 

 

3º lugar – Guilherme Ribeiro
Idade – 19 anos
Local – Costa da Caparica
Ranking de 2020 – 10º lugar
Resultados de 2021 – 2º – 5º – 13º – 17º – 5º

Depois de furar o top10 no ano passado, Guilherme surgiu em 2021 ainda mais perigoso e chegou a estar na conversa da disputa pelo título. Dois resultados mais fracos a meio do ano deixaram-no um pouco para trás a nível de pontos, mas deixou claro que é apenas uma questão de tempo até ser um candidato ainda mais perigoso nesta disputa.

 

 

4º lugar – Miguel Blanco
Idade – 25 anos
Local – São Pedro do Estoril
Ranking de 2020 – 7º lugar
Resultados de 2021 – NS – 3º – 13º – 5º – 5º

Miguel parece ter deixado um pouco de lado o “drive” competitivo que o levou ao título tanto em 2018 como em 2019, colocando mais foco no free surf e em questões ambientais. Mesmo assim é facilmente top5 em Portugal, tanto como free surfer como de lycra vestida e nas condições certas poderá perfeitamente ser “number 1”. A qualquer momento Blanco poderá voltar a subir no ranking e ser uma forte barreira para a nova geração.

 

 

5º lugar – Tomás Fernandes
Idade – 25 anos
Local – Ericeira
Ranking de 2020 – 14º lugar
Resultados de 2021 – 5º – 3º – 5º – 17º – 17º

Mais um surfista que não parece assim tão focado na Liga MEO Surf, mas que regressa ao top5 mesmo tendo acabado o ano com dois resultados muito incaracterísticos. Porquê? É simples, como Blanco, Tomás continua a ser um dos 5 melhores surfistas de Portugal. O surfista da Ericeira poderá também voltar à disputa pelo título, algo que uma vitória cedo no ano poderá contribuir muito no que toca à sua confiança. Em 2019 o título fugiu-lhe das mãos por muito pouco mas tem ainda muitos anos pela frente para o fazer acontecer.

 

 

 

6º lugar – Joaquim Chaves
Idade – 18 anos
Local – Costa da Caparica
Ranking de 2020 – 25º lugar
Resultados de 2020 – 9º – 9º – 5º – 13º – 3º

The new kid on the block. Joaquim Chaves não apareceu assim tão de repente, sendo um competidor já com alguns anos de experiência no circuito Pro Junior e mesmo na Liga. O seu surf já dava que falar há vários anos mas recentemente ganhou maturidade e competitividade, saltando da 25º posição de 2020 directamente para a sexta posição, a maior subida do top30. A disputa pelo título poderá ainda não estar ao seu alcance, mas deverá dar ainda mais trabalho aos seus adversários no próximo ano.

 

 

6º lugar – Eduardo Fernandes
Idade – 34 anos
Local – Praia de Carcavelos
Ranking de 2020 – 7º lugar
Resultados de 2020 – 9º – 33º – 9º – 5º – 3º

Um veterano da Liga que continua a ser um “osso duro de roer”. Nos últimos 5 anos Edu andou sempre entre o 5º e o 7º lugar no ranking, o que diz muito sobre a sua consistência. O seu surf mantem-se sharp e competitivo mesmo ao fim de mais de uma década de Liga MEO Surf e na última etapa, mesmo tendo perdido nas meias finais, mostrou que ainda tem nível para fazer finais.

 

 

8º lugar – Guilherme Fonseca
Idade – 24 anos
Local – Peniche
Ranking de 2019 – 12º lugar
Resultados de 2020 – 9º – 2º – 9º – 13º – 17º

Guilherme mostrou muito bom surf no início do circuito, marcando presença na primeira final da Liga da sua carreira, mas faltou consistência na fase final. Em condições mais pesadas é neste momento um dos mais perigosos e competitivos surfistas do nosso país, mas também dá muito trabalho em ondas pequenas, fazendo dele um dos mais completos do circuito.

 

 

9º lugar – Halley Batista
Idade – 35 anos
Local – Maracaípe
Ranking de 2020 – 16º lugar
Resultados de 2021 – NS – NS – 2º – 1º – 17º

Mesmo faltando a duas etapas e acabando o ano com um resultado fraco, Halley entrou no top10 graças a duas finais consecutivas, ambas contra Vasco Ribeiro, uma delas acabando com a vitória. Batista chegou do Brasil com uma forte embalagem competitiva, que inclui vitórias tanto no circuito brasileiro como no QS. Os resultados fora do país nem sempre se traduzem em notas altas na Liga MEO Surf mas este surfista fê-lo com distinção. Espera-se mais e melhor em 2022.

 

 

10º lugar – Gony Zubizarrreta
Idade – 36 anos
Local – Ericeira
Ranking de 2020 – 11º lugar
Resultados de 2021 – NS – 17º – 5º – 33º – 2º

O espanhol mais português do surf nacional teve um ano atípico neste circuito, mas uma final na última etapa colocou-o de volta no top10. Gony continua a ser um dos melhores surfistas da europa, competindo no QS e na Liga com regularidade e, pelo surf que tem apresentado, poderá manter esse estatuto durante muitos anos.

 

A fechar o top16

Arran Strong – Diogo Martins – Francisco Alves – João Kopke – Luís Perloiro – Pedro Coelho

Comentários