O terceiro dia do Boost Mobile Gold Coast Pro foi semelhante aos dois anteriores, com ondas perfeitas de ponta a ponta e muita acção na água. A prova começou com os heats que faltavam da prova feminina, voltando logo de seguida à masculina.

O único português ainda em prova nesta categoria, Vasco Ribeiro, estava no segundo heat do round de 48 e tinha como adversários três nomes de peso, Conner Coffin, Rio Waida e Samuel Pupo. A primeira troca de ondas, logo no início da bateria, acabou por ser a mais decisiva. Conner, o mais experiente entre os quatro, tratou de fazer logo uma longa onda, cheia de manobras fortes para abrir com uma nota de 8.5 pontos. Vasco veio na seguinte, mostrando um surf ainda mais forte que o do americano, encaixando várias batidas, e snaps, antes de cair mais no inside, deixando alguns pontos na onda mas mesmo assim recebendo um sólido, 6.83. Rio e Samuel começaram pior, e não recuperaram. De facto, mesmo com back ups na casa dos 3 pontos e poucas ondas surfadas, Coffin e Ribeiro avançaram sem grandes dramas. Para o surfista de São João do Estoril, esta etapa está a tornar-se numa oportunidade de conseguir bons pontos e lançar-se na disputa por uma vaga no CT de 2023. Os seus próximos adversários serão Ian Gentil e Jadson André no round de 24.

Outros destaques deste dia vão para surfistas como Callum Robson, Leonardo Fioravanti e especialmente Ezekiel Lau, que foi claramente o melhor neste dia. Pela negativa as surpresas foram a eliminação de Kelly Slater, Matthew McGillivray, Owen Wright e Mateus Herdy.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Heats com portugueses:
Prova feminina
Round de 32
Heat 6 | Kobie Enright x Teresa Bonvalot x Amuro Tsuzuki x Molly Picklum
Heat 8 | Yolanda Sequeira x Brianna Cope x Zahli Kelly x Isabella Nichols

Prova masculina
Round de 24
Heat 1 |
Ian Gentil x Vasco Ribeiro x Jadson André

Comentários