O segundo dia do Allianz Ericeira Pro, terceira etapa da Liga MEO Surf de 2022, foi longo e cheio de revelações.

Tradicionalmente Ribeira D’Ilhas tinha, no passado, sido o palco de grandes mudanças de guardas, onde se destaca a primeira final de Tiago Pires e a primeira vitória da sua carreira neste circuito. Este dia lembrou esses anos de mudança contra gerações muito bem estabelecidas, com alguns surfistas mais novos a mostrarem o seu valor.

Logo no round 2 vimos Francisco Ordonhas a vencer o primeiro heat da fase, seguido de Daniel Nóbrega, deixando os mais estabelecidos Pedro Coelho e Guilherme Fonseca para trás. A grande surpresa da fase aconteceu pouco depois, quando Francisco Mittermeyer, que tem estado em grande forma ao longo deste ano, venceu o seu heat deixando Joaquim Chaves em segundo lugar e eliminando o vencedor da etapa anterior, Afonso Antunes, e o ex-campeão da Liga, Gony Zubizarreta. Também João Mendonça surfou acima da média, deixando João Moreira em segundo lugar e eliminando os goofies, João Roque Pinho e Marlon Lipke. Outro heat interessante foi o quinto desta fase, em que a dupla luso brasileira, Halley Batista e Ian Costa, eliminaram o número 2 do ranking, Guilherme Ribeiro e Vasco Cordeiro. E, claro, Frederico Morais fez apenas o que se esperava dele e venceu o seu heat, deixando Tomás Fernandes em segundo e eliminando “Xico by Xico” Alves e Bruno Mendonça. Já a melhor média da fase ficou mesmo com Arran Strong, que fechou o heat com uma onda de 8 pontos, deixando Luís Perloiro em segundo, Jácome Correia em segundo e Santiago Graça em quarto.

O round de 16 masculino abriu com uma prestação fora de série de Frederico Morais, que deixou fora das suas duas melhores ondas uma nota de 8 pontos. Mesmo assim não foi suficiente para combinar Joaquim Chaves, que também fez uma nota de 8 e ficou em segundo, deixando José Maria Ribeiro em 3º e Francisco Ordonhas em 4º. No heat seguinte Francisco Mittermeyer voltou a vencer, deixando o surfista com mais experiência local, Tomás Fernandes, em segundo, e eliminado Francisco Almeida e Daniel Nóbrega. João Mendonça teve mais um confronto com o seu “coach”, Halley Batista, e à semelhança do primeiro round, venceu de novo, enquanto que Eduardo Fernandes foi terceiro e Luís Perloiro ficou em quarto lugar. O último heat da fase foi o mais surpreendente, acabando com a vitória do “regressado” Luca Guichard, com o único surfista do top8 que ainda está em prova, João Moreira, em segundo, eliminando Ian Costa e Arran Strong.

Também houve muito bom surf no lado feminino, onde Teresa Bonvalot, a actual número 3 do ranking Challenger Series, foi o maior destaque mas também Camilla Kemp, que andava mais apagada e ausente neste circuito, juntamente com Carolina Mendes e Carina Duarte, que estiveram acima da média.

Uma nova chamada será feita às 7:30 da manhã de amanhã, acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários