João Dantas (Open), Raquel Bento (Feminino) e Frederico Carrilho (Sub-18) venceram este domingo o Lufi Longboard Festival 2022 presented by Corona, 1ª etapa do Circuito Nacional de Longboard que se realizou na Praia do Marcelino, Costa de Caparica.

O segundo dia de competição apresentou-se com Sol, muito público na praia e boas ondas com direitas e esquerdas maiores do que no dia anterior, mas afectadas pelo vento Noroeste. Foi um fim-de-semana cheio de boa energia e animação com os/as melhores longboarders nacionais a mostrarem bom nível de surf que contou com várias notas excelentes.

Na final da categoria Open assistiu-se a um duelo de gerações com João Dantas a sagrar-se campeão depois de reagir à chegada à liderança do heat por parte do seu irmão mais novo, António Dantas. Mas quem começou melhor foi Bruno Grandela que, nos primeiros minutos, fez duas ondas de rajada (6.17 e 5.00) impondo o seu surf.

António Dantas abriu a sua prestação “aquecendo” com uma onda de 5.07, mas elevou a fasquia para o patamar da excelência com uma onda de 8.10 seguida de outra de 8.47. Frederico Carrilho entrou forte na final com uma onda de 7.17 pontos combinando vários hang fives a que juntou um back-up de 5.20 tendo terminado com 12.37 pontos em 3º lugar. Bruno Grandela ainda melhorou o seu score com uma onda de 6.00 pontos terminando com o score de 12.17 pontos no 4º lugar. O grande momento da final aconteceu com João Dantas a arrancar numa onda com potencial arriscando tudo com um hang ten kilométrico tendo combinado com dois hang fives surfando a onda até ao limite. Um momento de pura magia e sintonia entre longboarder e oceano que vai ficar na retina daqueles que o presenciaram. Os juízes também apreciaram e deram 9.37 pontos que juntamente com o 8.70 que tinha como melhor onda do heat até então deu a João Dantas o score vencedor de 18.07 pontos em 20 possíveis. António Dantas terminou em 2º lugar com 16.57 pontos.

“É muito bom ter o circuito nacional de volta e temos de agradecer à FPS pelo esforço em reunir as condições para estarmos aqui”, começou por dizer o campeão. “O campeonato foi top com boas condições para os atletas competirem nos dois dias, as ondas estiveram com qualidade e a organização da ASCC foi boa. Tivemos alto nível de surf com os mais novos como o meu irmão e o Frederico a mostrarem que o longboard está a evoluir e a crescer. A final foi bastante disputada, sabia que não podia vacilar. A minha maior experiência em relação ao meu irmão acabou por fazer diferença e aquela onda com o hang ten a passar aquela secção combinando com os hang fives acabou por ser decisiva. Daqui a duas semanas vou estar a competir na 1ª etapa do World Tour de Longboard em Sidney, na Austrália. Estou muito motivado para representar Portugal da melhor forma”, finalizou.

Na categoria Feminino a final foi dominada do início ao fim pela local Raquel Bento que mostrou sintonia com as boas ondas tendo numa esquerda feito uma conjugação de hang fives que lhe valeu a nota excelente de 8.00 pontos. A esta juntou um back-up de 6.83 tendo vencido a final com o score de 14.83 pontos. Aurora Dantas e Francisca Taron terminaram no 2º e 3º lugar, respectivamente.

De salientar que Raquel Bento, filha da lenda viva do Longboard nacional, Luís “Lufi” Bento, e um dos patrocinadores do evento, competiu igualmente na categoria masculina onde chegou aos quartos-de-final.

“É sempre bom poder competir numa prova nacional de longboard em casa porque sinto-me mais à vontade”, afirmou a vencedora. “Ontem estavam altas ondas, mas hoje o vento estragou um bocadinho o mar. Mas toda a gente se divertiu. A minha estratégia na final não foi a melhor, gostava de ter conseguido surfar mais. Além da vitória, também fiquei contente em ter chegado aos quartos-de-final em Open. Na próxima etapa no Porto quero chegar à final nesta categoria e no feminino é defender esta vitória. A nível internacional este ano vou competir na prova em Inglaterra e no Porto para tentar qualificar-me para o circuito mundial do próximo ano”, revelou.

Durante o fim-de-semana houve ainda tempo para a Expression Session powered by Lufi bem animada vencida por Frederico Carrilho e uma competição por equipas vencida pela equipa amarela da qual faziam parte António Dantas, José Mestre, Francisca Aron e Aurora Dantas.

Caracterizando o ambiente de competição saudável e confraternização que é apanágio das provas de Longboard houve ainda direito a uma prova de vinhos e um jantar convívio que juntou a comunidade nacional desta modalidade.

A próxima etapa realiza-se já no próximo fim-de-semana (7 e 8 de Maio), no Porto.

Resultados finais:
Open
1º João Dantas – 18.07 pontos
2º António Dantas – 16.57
3º Frederico Carrilho – 12.37
4º Bruno Grandela – 12.17

Feminino
1ª Raquel Bento – 14.83 pontos
2ª Aurora Dantas – 4.87
3ª Francisca Taron – 2.70

Sub-18
1º Frederico Carrilho – 14.44 pontos
2º Francisco Freitas – 12.07
3ºTomás Bugallo – 6.27
4º Daniel Hoeger – 3.10

Comentários