Terminou hoje o Quiksilver & Roxy Junior Pro 40 na Praia de Culs Nus, França, com dois novos campeões Europeus, ambos surfistas do País Basco.

O dia final da última etapa do circuito Pro Junior Europeu teve boas ondas de meio metro, e começou com o round de 32 masculino. Três portugueses mostraram boa forma nesta fase, Martim Paulino, que passou o seu heat em segundo atrás de Kyllian Guerin, e ainda Joaquim Chaves e Afonso Antunes, que venceram os seus heats, enquanto que Francisco Ordonhas e Francisco Queimado ficaram por esta fase. A grande surpresa do round de 16 foi o espanhol Jacobo Trigo, que venceu um dos heats mais dificeis da fase, batendo Adur Amatriain e eliminando os portugueses Paulino e Chaves. Adur, que tinha vencido as duas primeiras etapas do ano, saiu desta bateria como campeão do circuito, um título muito merecido. Afonso Antunes voltou a vencer a sua bateria, qualificando-se para as meias finais como um dos favoritos.

A prova feminina já estava no round de 16 e Francisca Veselko fez um excelente trabalho no último heat da fase pois, mesmo passando em segundo lugar atrás de Nahia Milhau, eliminou uma das líderes do circuito, a surfista das Canárias, Lucia Machado. Isso significa que chegou às meias finais na disputa pelo título europeu, juntamente com Janire Etxabarri, que ocupava a primeira posição do ranking, empatada com Lucia Machado. Para vencer a portuguesa precisava de ficar três posições à frente de Etxabarri, que venceu a primeira semi-final, e de imediato exigiu de Veselko um pequeno “milagre” já que Francisca a partir daí só poderia assegurar o título se vencesse a final e deixasse a basca em quarto lugar. “Kika” começou bem a segunda meia final, liderando o heat com duas notas medianas mas, infelizmente, não conseguiu crescer ao longo da bateria, o que permitiu que Annette Etxabarri e Aelan Vaast avançassem para a final. A partir desse momento Janire Etxabarri garantiu o título Europeu Pro Júnior, vencendo também a etapa e deixando a sua irmã Annette em terceiro, a irmã de Kauli Vaast, Aelan, em segundo e Juliette Lacome em quarto.

Afonso Antunes venceu a segunda meia final masculina, trazendo consigo para a final Sam Piter, que surfava com pranchas portuguesas. Do outro lado da grelha vinham Jacobo TrigoMael Laborde mas a final acabou por ser dominada por Sam e Afonso. A liderança alternou entre os dois, lembrando as disputas dos seus pais, João Antunes e Didier Piter, que competiram juntos durante muitos anos e venceram várias etapas do circuito EPSA, o circuito europeu profissional dos anos 90 e de parte da década seguinte. A vitória acabou por ficar com o francês, Sam Piter, enquanto que Afonso acabou com mais um sólido 2º lugar, com Trigo em 3º e Laborde em 4º.

Contas feitas, mesmo sem títulos, podemos dizer que os portugueses tiveram uma excelente prestação, com 3 presenças no top5 masculino e feminino.

European Men’s JQS Top 5:
1 – Adur Amatriain (EUK)
2 – Sam Piter (FRA)
3 – Kai Odriozola (ESP)
4 – Afonso Antunes (PRT)
5 – Joaquim Chaves (PRT)

European Women’s JQS Top 5:
1 – Janire Gonzalez Etxabarri (ESP)
2 – Lucia Machado (CNY)
3 – Francisca Veselko (PRT)
4 – Aelan Vaast (FRA)
5 – Nahia Milhau (FRA)

 

Comentários