Teahupoo oferece um espetáculo à parte no tour da WSL. Este é o evento que faz e desfaz reputações e disputas pelo título. A escolha dos surfistas deveria mudar consoante o tamanho do mar, mas experiências do passado provam que tudo é subjectivo nesta etapa. Fica com algumas escolhas da ONFIRE para o Billabong Pro Tahiti.

Nível 1
John John Florence
O havaiano já venceu o título mundial e a Triple Crown of Surfing que são os dois circuitos mais importantes no nosso desporto. Também venceu o Eddie Aikau, mas tem espaço na sua prateleira para dois eventos importantes, o Billabong Pro Teahupoo e o Pipeline Masters. Pipe ainda vai longe mas Teahupoo está ao virar da esquina e mesmo sem a lycra amarela John John tem que ser o grande favorito.

2-florence_semi_tahiti16cestari

Owen Wright
“Big O” está a precisar de recuperar terreno e as etapas que o favorecem começa a escassear. O surf que fez em Fiji, em 2015, provou que pode dominar qualquer onda pesada para a esquerda e mesmo aparentando ter perdido o seu momentum é um nome a ter em conta nesta etapa.

Darkhorse
Matt Wilkinson
Wilko é um surfista que mais uma vez não podemos descartar. Teoricamente não seria favorito para nenhuma etapa mas o que é certo é que continua no topo do ranking. Mesmo antes de ter encontrado o seu novo ritmo, Matt chegou a fazer bons heats em Teahupoo e agora que é a versão 3.0 de si próprio poderá ser muito perigoso.

4-bug-Wilkinson_DX22383_Fiji16_Sloane

Nível 2
Gabriel Medina
Esquerdas tubulares e Gabriel Medina é sempre uma combinação a ter em consideração. O brasileiro venceu esta etapa no ano maior e mais perfeito e na etapa passada, pelo menos até ter encontrado Frederico Morais, provou estar a voltar à sua melhor forma. Gabriel seria uma boa escolha se fizesse parte do nível 1 e no 2 é obrigatório.

5-260860_529815_140825_gabrielmedina4_tahiti_whs

Jeremy Flores
Se há uma etapa em que Jeremy está ao nível de qualquer adversário, é esta. Jeremy é tube rider de mão cheia, e quando maior o mar estivesse mais perigoso fica. O facto de estar a precisar de resultados para manter a sua posição no tour sem ter que ir ao QS poderá ser determinante para tirar um bom resultado e garantir bons pontos.

6-bug-JeremyFlores_n

Michel Bourez
Não dá para perceber como é que Michel já venceu no Brasil e nunca na etapa onde o seu surf é melhor. É provável que entretanto desencante e “leve” a etapa antes do se retirar do tour e tendo em conta que está a ter um ano relativamente sólido, poderá conseguir fazê-lo já nesta etapa.

7-bourez_m1267fiji16cestari_mm

Connor O’Leary
O rookie ainda não provou nada em Tahupoo, mas já mostrou capacidades neste tipo de ondas. A sua final em Fiji mostrou que está muito à vontade em secções tubulares quando está de frente para a onda e é provável que traga algum do andamento de Cloudbreak para “Chopes”.

8-314416_710211_170615_oleary__dx25905_okfijipro_17_sloane

Darkhorse
Frederico Morais
Escolher o português para esta etapa é dar um tiro no escuro, já que não há grande registo de ser dominante neste tipo de ondas. No entanto este ano tem mostrado muita garra, fazendo notas sólidas em todas as etapas. E quem somos nós para duvidar que vai repetir a “magia” de etapas passadas nos “canudos” do Tahiti?

9-morais_f3620fiji17cestari_n

Nível 3
Ian Gouveia
Muito forte no seu frontside e nos tubos, o filho de Fábio pode “fazer bonito” em Teahupoo. O seu surf, com um centro de gravidade baixo que lembra Bruno Santos, encaixa na perfeição mas resta saber se a sua atitude também. Algo nos diz que SIM!

10-314416_710207_170615_gouveia_dx24782_okfijipro_17_sloane

Miguel Pupo
“Miggy” parece uma sombra do surfista que chegou a ser chamado de o Gerry Lopez do Brasil. Pupo continua a ter tudo para ser destaque no tour, principalmente em esquerdas tubulares, mas a cabeça não parece estar no sítio. Mas nada com um grande tubo tahitiano para mudar tudo e transformar a “caça” em “caçador” (de candidatos ao título). O seu ranking não está a seu favor mas o potencial está lá e se fizer o “click” poderá ser uma boa escolha.

11-285122_609639_160605_miguelpupo_m9382fiji16cestari_mm

Darkhorse
Esperar pelos wildcards…

12-santos_tahiti16_round4_Cestari

Comentários

Deixe uma resposta