Como sabes, porque saiu em todos os meios de comunicação social do nosso país, João Kopke, surfou na Torre de Belém durante a tempestade Dori!  A aventura começou na noite anterior quando Kopke pensou em procurar ondas o acima possível no Rio Tejo. Na mira estavam praias como Algés e Cruz Quebrada, lugares onde o surf só poderá existir em dias de tempestade. Mas a Dori era uma irmã gémea do famoso Hércules de há uns anos, e ondulações muito maiores que o normal deveriam, na teoria, colocar esses e talvez picos menos conhecidos a funcionar.
A procura começou na tarde de 2 de Fevereiro de 2017, e o lugar mais insólito, e um dos mais históricos do nosso país, revelou o que todos nós queremos, ondas! Nessa noite as redes sociais explodiram com as fotos de Kopke numa onda com a inacreditável Torre de Belém como pano de fundo e muito pensaram tratar-se de uma montagem. Até que os jornais das 20 mostraram as imagens captadas pela White Flag Productions, a nossa produtora que se aventurou com Kopke em mais uma aventura, e o mito da montagem foi desfeito.
E hoje foi lançado o vídeo que mostra toda esta aventura! Obviamente que surf performance não é o que se espera, mas perguntamos: quem não gostaria de apanhar uma onda, mesmo que só para ir em frente, ao lado de um dos monumentos mais emblemáticos e bonitos do nosso país? Sem dúvida uma experiência de vida única e, no fim do dia, não é isto que o surf é suposto ser?

Comentários

Os comentários estão fechados.