Tubo de loucos de João Macedo coloca Açores no mapa mundial de ondas grandes || 0:31

publicado há 2 meses por 0

E ainda nomeia o português para o WSL Big Wave Awards nas categorias Billabong Ride of the Year e Tube of the Year 2017.

As ilhas dos Açores ainda têm muito por descobrir, ou melhor, por desvendar ao mundo, uma vez que os seus segredos há muito que são conhecidos e surfados pelos locais. Aos poucos, alguns destes picos vão sendo desvendados mas muito irão permancer entre amigos durante muitos anos ainda. O Pico da Viola é um daqueles que funciona com swéis grandes, e quando o vento e a direcção da ondulação se coordenam na perfeição, esta esquerda tubular, em Maia (que tem também uma esquerda tubular de sonho, e perigosissíma…) dá origem a que os mais atirados (ou loucos) surfistas de ondas grandes façam questão de estar presentes. João de Macedo tem explorado os Açores como poucos, graças ao projecto EDP Mar Sem Fim, e este seu tubo de te fazer o maxilar cair saiu da mais recente expedição. Com este, Macedo competes nas categorias Billabong Ride of the Year e Tube of the Year 2017 do prestigiado WSL Big Wave Awards, ao mesmo tempo que coloca São Miguel, de vez, no mapa mundo das ondas grandes, tal e qual como aconteceu com a Nazaré nos últimos anos!