Considerado um dos destinos de eleição de todos os surfistas, México foi o local escolhido por João Kopke para surfar ondas de classe mundial. Durante três semanas, três amigos e um filmmaker partiram em busca da aventura, de surf, cultura e de “la vida loca”. O resultado culminou com uma curta-metragem com pouco mais de 4 minutos, captado pela lente de Nuno Bandeira, da White Flag Productions, intitulado “El Sombrero”.

“O México é uma das mecas do surf mundial, tem uma das ondas mais icónicas do mundo, que fica em Puerto Escondido. Mas pelo México há um pouco de tudo. Reefs, point breaks de areia que nunca mais acabam e ondas que fazem com que qualquer surfista fique a babar assim que entra na praia”, começa por relatar João Kopke.

Afinal, não foi à toa que por aqui foram vistos surfistas como Timmy Reys ou Tom Lowe, ambos surfistas de renome internacional. “Há um ambiente hostil por parte dos locais. Aliás, nunca vi um sítio com um crowd tão agressivo, mesmo entre os próprios fotógrafos. Há pouca gente que vai a Puerto Escondido só para curtir… há muitos profissionais, muita gente que surfa bem e fotógrafos incríveis.”

Mas Puerto Escondido não foi o único local que atraiu o sufista de Carcavelos. “El Sombrero” foi ainda filmado em Tierra blanca, Barra de La Cruz e Las Puntas. “Las Puntas é formada por várias penínsulas que têm ondas incríveis e são estas que aparecem em todos os filmes de surf. Direitas inacreditáveis, sem fim, e que transmitem uma sensação de surf que já não sentia há muito tempo: que é chegar a um lugar e viver uma coisa completamente nova”, confessa.

Entre uma surfada e outra, não faltaram peripécias, como tartarugas a dividirem ondas, medo de crocodilos, pesca, passeios nocturnos para ver algas bioluminescentes e ainda deu tempo para uma surfada como veio ao mundo. “El Sombrero” retrata tudo isto e muito mais.

É um clip que, entre tantos que saem sobre as ondas mexicanas, tenta explorar, ainda que levemente, o que define o México para quem o vê pela primeira vez e que, pelas ondas e pela imagem fotográfica, mostra a energia com que a viagem se viveu.

Comentários