Gabriel Ribeiro tem um surf de frontside muito forte, ou não tivesse crescido nos point breaks da Ericeira. Daí não é de estranhar que quando esteve nas Maldivas a treinar tenha apostado muito nas esquerdas para ficar com um backside ao mesmo nível. Mesmo assim, sempre que se proporcionou, Ribeiro atacou as direitas, surfando como se estivesse em casa…

Comentários