Francisco Alves perseguiu recentemente um swell até ao Norte de África, onde ficou três dias na companhia da perfeição dos pointebreaks marroquinos, assim como dos camelos e cabras que teimam em chamar as árvores de suas casas!YouTube Preview Image

Comentários

Os comentários estão fechados.