Uma das vantagens de competir em provas do circuito mundial, neste caso o QS, é a oportunidade de surfar outras ondas boas fora de casa. Um bom exemplo é a ilha de Tenerife, que tem sempre ondas bem “decentes” e na sua última deslocação a este local Diogo Martins conseguiu fazer um “2 em 1”, competir e produzir um vídeo com bom surf…

Comentários