O artigo/suplemento da revista SURFER, Hot100, é um dos indicadores mais relevantes para os melhores surfistas do mundo com 20 anos ou menos. No passado era realizado como artigo de fundo, com um grande espaçamento entre edições, evoluindo para o encarte anual que é hoje.

Para os surfistas de fora das potências do surf mundial (EUA/Havai, Austrália e Brasil), é uma meta quase inatingível pois dificilmente conseguem a mesma visibilidade. No entanto, com o passar dos anos, os escolhidos para fazer parte deste elite passaram a abranger cada vez mais “costas” e a Europa começa a ter mais expressão.

Tiago Pires foi o primeiro surfista português a surgir nesta lista, directamente para o 3º posto da lista no seu último ano como sub20. Marlon Lipke também fez parte, uns anos mais tarde, mas como atleta Alemão e com uma imagem em que aparecia como “regular foot” em vez de “goofy”.

Vasco Ribeiro “quebrou” esta barreira pela primeira vez em 2013, surgindo na 44º posição. E em 2014 o surfista da Poça surge novamente como entre os Hot100, mas três posições acima, no 41º lugar. Este resultado é a prova do reconhecimento e aceitação que este surfista começa a ter a nível internacional e, com mais um ano de sub20 pela frente, poderá subir muito mais no próximo ano!

No topo da lista está o líder do WCT, Gabriel Medina, seguido por Kolohe Andino, Conner Coffin e Filipe Toledo!

Comentários

Os comentários estão fechados.