Parece que Pipeline sente quando perde um dos seus melhores surfistas e despede-se com ondas perfeitas. Foi o que aconteceu quando o tri-campeão mundial, Andy Irons, faleceu. Entrou um swell tão perfeito e bonito que ficou com o nome de Andy’s swell.

No dia seguinte à morte do brasileiro Ricardo dos Santos, um surfista que se destacava em Pipe. As ondas estavam perfeitas mas, por minutos, quebraram sozinhas. Por minutos não houve disputas entre brasileiros e havaianos, ou qualquer outra nacionalidade, no North Shore.

Era o momento de comemorar a vida de um grande surfista, amigo, guerreiro. Os surfistas abandonaram o pico e fizeram um circulo dentro de água, a maneira havaiana de celebrar uma vida que já passou. Foi um momento emocionante partilhado entre quem frequenta o North Shore, fosse nativo, haole ou estrangeiro.

À saída da água as cameras da Fluir falaram com alguns amigos próximos de “Ricardinho”, que se mostraram mais aliviados depois desta despedida.

Rest in peace Ricardo…

Comentários

Os comentários estão fechados.