Esta história tinha tudo para ter um final dramático, mas graças a um resistente Sul-Africano tudo acabou bem. Brett Archibald estava na Indonésia com o intuito de fazer a sua sétima viagem com um grupo de amigos até às Ilhas Mentawai. A ideia era, como em todas as surftrips, apanhar ondas perfeitas.

Para chegar lá o grupo viajou até Padang, onde começou a viagem de cerca de 10 horas de barco até às Mentawai. Por norma esta viagem é feita de noite, para não se perder horas de surf no caminho e mais uma vez foi o que aconteceu. Mas Brett sentiu-se enjoado durante a viagem e desceu ao convés para tentar apanhar um pouco de ar, enquanto os seus amigos foram dormir.

Umas horas mais tarde, quando os seus amigos acordaram para tomar o pequeno-almoço deram pela falta de Archibald e de imediato se temeu o pior. Deduziu-se que o Sul-Africano tinha caído ao mar e chamou-se outros barcos e guarda costeira para o procurar. Depois de muitas horas de busca, calculou-se que deveria ter sido arrastado pela corrente e já havia pouca esperança de o encontrar com vida.

Mas, umas horas mais tarde, um barco chamado Barenjoey encontrou Brett Archibald vivo a cerca de 12 milhas da costa. Brett tinha estado 27 horas a flutuar no mar, encontrava-se desidratado e queimado pelo sol, mas de boa saúde. Imediatamente começou a circular a notícia e amigos e família respiraram de alívio!

E o que fez Brett depois de ser encontrado? Apanhou novamente um barco a caminho das Mentawai (sem cair pelo caminho) e foi surfar como inicialmente planeado! Afinal, era para isso que ele tinha ido lá! Legend!!!

(O que todos os surfistas procuram quando vão às Mentawai)

Comentários

Os comentários estão fechados.