A selecãoo nacional de surf adaptado já está escolhida para representar Portugal no ISA World Adaptive Surfing Championship, na praia La Jolla, na Califórnia.
 Nuno Vitorino, de 41 anos, Marta Paço, de 13 anos, e Camilo Abdula, de 38 anos, foram os atletas escolhidos depois de um estágio, realizado no CAR Surf em Peniche, liderado pelo Treinador da Equipa Nacional Bernardo Abreu. É a segunda participação de Portugal neste mundial de surf adaptado, uma competição que reúne uma elite de surfistas com deficiência e mobilidade reduzida provenientes de pelo menos 25 países.

No ano passado foi a primeira vez que Portugal se viu representado no campeonato mundial de surf adaptado, com o atleta Nuno Vitorino a participar na competição que juntou surfistas de 20 países, também, na Califórnia.
“No ano passado fizemos história com a participação inédita de Portugal no campeonato mundial. Nesta segunda participação levamos três atletas e queremos conquistar cada vez mais espaço nesta modalidade”, sublinha João Aranha, presidente da Federação Portuguesa de Surf. O Mundial de Surf Adaptado foi criado para dar aos surfistas com desafios físicos a oportunidade de participar uma competição mundial, no estilo paralímpico. Os atletas contam com a ajuda de um técnico exclusivo para conseguirem reunir todas as condições para entrarem em competição.

A Federação Portuguesa do Surf tem o apoio, neste Mundial de Surf Adaptado, da Fundação do Desporto, Mike Davis, Jogos Santa Casa, IPDJ, Challenged Athletes Foundation, W Global Communication e Cision.

Categorias da Competição:
– Nuno Vitorino (AS 5)
– Marta Paço (AS VI)
– Camilo Abdula (AS 1)

Comentários