Tudo começou com um swell gigante a entrar na perfeição num pico muito semelhante a Teahupoo, uma onda do set, um surfista e um bodyboarder. O surfista era o conhecido big wave rider havaiano Dave Wassel que foi dropinado por um bodyboarder numa “bomba”. Os dois foram “dilacerados” pela onda mas não houve grandes consequencias no local.

Uns tempos mais tarde Dave conta a sua história ao site da revista Surfing num vídeo que correu o mundo muito rapidamente. À primeira vista Wassel parece ter toda a razão mas, como em tudo na vida, há sempre duas maneiras de ver cada situação.

Como respostas o “dropinador”, John Durval, produziu este vídeo a contar a sua visão do mesmo “tema”. O mesmo envolveu os surfistas e bodyborders locais que ficaram indignados com a posição do havaiano. Para terminar Heirarii Williams, um surfista que já foi wildcard no WCT de Teahupoo, deixa o recado a Wassel que não pode voltar a surfar nesse pico!

Mas nada melhor do que veres os dois vídeos para tirares as tuas próprias conclusões. Qual será o lado com mais razão?

(A versão de Dave Wassel)

(A versão dos surfistas locais)

Comentários

2 comentários a “Polémica no Tahiti torna-se viral (2 vídeos)”

  1. Paulo diz:

    Não consigo ver o segundo video..

  2. neulaif diz:

    ambos estiveram mal. o puto Durval não devia ter dropinado, particularmente numa onda de consequências desastrosas como aquela, onde alguém podia ter morrido. mas o Wassel é um idiota. se tivesse sido ao contrário e no hawaii, tinha feito a folha ao puto. mas depois chegam ao tahiti e entram como se fosse tudo deles. pior ainda, o gajo no ski deixou o puto Durval no inside para morrer afogado. se tivesse havido mais respeito por parte do idiota do Wassel e sus muchachos, nada disso tinha acontecido. E aliás, no hawaii quem está de tow-in nunca tem prioridade sobre quem rema, mesmo que entre na onda primeiro. um paddler tem sempre prioridade. e o Wassel sabe bem disso. mas pelos vistos as regras não valem fora do hawaii.