ONFIRE 71 nas bancas

publicado há 2 anos por 0

ONFIRE-71

Sabes que a ONFIRE 71 já está na rua, não sabes?

Se ainda não foste comprar a mais recente edição da ONFIRE Surf então estás mesmo a vacilar pois este é mais um número imperdível. Na capa temos uma estreia, Miguel Blanco, num shot tirado pelo fotógrafo da casa ONFIRE, the one and only Carlos Pinto. Por incrível que possa parecer, este surfista ainda não tinha feito capa na OF, não por falta de surf, mas sim por não termos recebedio aquele momento que considerávamos como capa.

E a pergunta que te fica na mente ao ver esta capa é: “Será que ele entrou?”. Terás a resposta no interior da edição. A sua presença nesta capa liga também na perfeição com a Análise desta edição: “O Surf Profissional em Portugal | Dos Primórdios à Actualidade“. O que significava (também monetariamente) ser surfista profissional nos anos 90? O que signifca ser hoje em dia, numa altura de crise e mudanças drásticas nas marcas core, mudanças e tempos estes que deixam surfistas com o nível de Blanco, entre outros, sem um patrocínio principal? Um artigo a não perder!

ONFIRE 71_02

Depois da Análise poderás encontrar uma surftrip do team O’Neill português (e espanhol) a terras algarvias. A nova geração dominou os line-ups mais a sul de Portugal durante três dias de muitas aventuras!

OF71_03

Terminamos os artigos de fundo (e não estamos a falar aqui nem da XPression – que te mosta os momentos fotográficos mais “perfomáticos” dos últimos dois meses – nem de um artigo especial sobre a prestação do português que viria a sagrar-se campeão mundial júnior, Vasco Ribeiro, e dos restantes portugueses – Tomás Fernandes, Blanco, Kopke, Carina Duarte e Teresa Bonvalot – no mundial júnior deste ano) com o #welovephotos. São mais de 20 páginas recheadas de portugueses em ondas de sonho em Portugal, line ups inspiradores e lifestyle de deixar qualquer um parado a contemplar cada foto publicada!

OF71_04

Se fosse a ti ia agora mesmo a correr até à banca mais próxima da tua casa, pois ainda tens, além de tudo isto, vários artigos “pequenos” dos quais destacamos, como sempre, a fenomenal história de Ricardo Vieira, e o artigo de opinião do melhor jornalista português, Miguel Pedreira!

 

Comentários