O primeiro surfista na água em JBay depois do ataque…

publicado há 2 anos por 0

O-PRIMEIRO-SURFISTA-NA-AGUA-DEPOIS-DO-ATAQUE

Será que eras capaz de arriscar a tua vida para surfar sozinho uma das melhores ondas do mundo num dia perfeito? Este é uma pergunta colocada regularmente, normalmente na brincadeira, mas neste domingo depois do ataque de Mick Fanning foi posta em pratica.

Jeffreys Bay estava a dar ondas perfeitas e a única coisa que impedia de as surfares sozinho era um “monstro” (ou dois), que tinha “cheirado” o 3x campeão mundial em plena final do WCT. O que é certo é que depois do que se viu em directo, a resposta estava dada, ninguém iria desafiar os “elementos”.

Ou quase ninguém. Derek Hynd viu o ataque pela web, apesar de morar em frente ao pico. A jogar pelo seguro, esperou uma hora para entrar. Uma vez lá dentro era tudo seu e da sua 11’6″, que acabou a surfada como uma 9’6″ graças a um wipe out e não ao amigo que tratou de limpar o line up.

E quem será esse estranho surfista que desafiou os elementos? Se tiveres menos de 40 é provável que não conheças o seu nome mas em 1981 ele acabou o circuito mundial em 7º lugar! E que ligação tem Derek a Mick Fanning? Ambos são australianos e se Mick quase sofreu o mais horrível acidente da história do surf profissional, Derek também teve um acidente, não tão assustador mas com algumas consequências. Em pleno heat da IPS (organização predecessora de ASP/WSL) levou com a prancha na cara e ficou cego de um olho, mas não perdeu o seu heat.

Mais tarde reformou-se do tour e tornou-se numa espécie de guru em Jeffreys Bay, onde surfa com as pranchas mais invulgares que se pode imaginar com todo o tipo de tails assimétricos e outras “experiencias”. A sua casa tem uma pirâmide inserida que foi construída para receber as visitas de um surfista português que, aparentemente, não se pode afastar da sua pirâmide (ou uma semelhante) durante muito tempo!

Nos anos 80 foi considerado como o jornalista de surf mais controverso da época pela sua análise do ranking da ASP. Hynd não se continha nas suas críticas aos melhores do mundo no seu artigo anual da revista SURFER e esteve também envolvido com a criação dos filmes e conceito “The Search” da Rip Curl.

Voltando a Jeffreys, Peter King entrevistou Derek à saída da água que divagou um pouco com as suas teorias. Podes vêr o vídeo completo AQUI!

Comentários