Os novos surfistas do World Championship Tour de 2013 em análise, Filipe Toledo #28.

Nome: Filipe Toledo
Idade: 17
Local: São Paulo
Patrocínios: Hurley, Nike, Arnette, FCS, Firewire

Mais um grande reforço na cada vez mais perigosa armada brasileira. Filipe Toledo apareceu no mapa em 2011 quando, sem se perceber como, derrotou na final do Nike Pro Junior John John Florence, Kolohe Andino e Conner Coffin.

À primeira vista parecia ter sido um fluke, mas pouco tempo depois assinou com a Nike e os resultados continuaram a aparecer. Até que, com 17 anos, qualificou-se para o World Championship Tour. A sua campanha europeia foi impecável e com três resultados quase consecutivos, 3º lugar num 6 estrelas em Inglaterra, 1º num 5 estrelas em Lacanau e 9º num 6 estrelas na Canárias, ficou “não oficialmente” qualificado. Mas os seus pontos vieram de quase todos os continentes pois fez um 2º na Austrália, 5º nos EUA e 25º (num Prime) no Brasil!

Toledo parece ser um novo Medina, mas menos completo. Qualificou-se quase apenas devido ao seu surf progressivo, ao contrário de Medina, que pontuou notas altas mesmo sem descolar da onda.

Mas cuidado, “Filipinho” é capaz de conseguir voar mais alto e é uma esponja no que toca a aprender a fazer o que os júris pedem. Toledo torna-se assim um de três competidores no circuito que são filhos de ex-surfistas profissionais. E tal como Miguel Pupo e Kolohe Andino, a estrutura por detrás desta carreira é sólida.

Com a sua entrada acabou o tempo dos surfistas brasileiros deste circuito precisavam dos prize moneys para conseguir chegar às prova seguintes. Esta geração tem tantas, ou mais, condições como os surfistas australianos e são o melhor grupo de surfistas brasileiros da história do WCT!

O que se deve esperar em 2013?
Vai depender muito da capacidade de encaixe dos júris em etapas com “rampas”, pois este é o surfista que tem potencial de dar os maiores voos da história da ASP. Em ondas pesadas como Tahiti, Fiji, Pipe e mesmo Supertubos vai ter de provar muita coisa mas em locais como Trestles, Rio de Janeiro e mesmo Gold Coast é melhor que os seus adversários estejam muito atentos pois podem ser surpreendidos.

Comentários

2 comentários a “New On Tour | WCT 2013 | Filipe Toledo #28”

  1. Ze diz:

    Ele ainda tem 17 anos só faz 18 em maio