Mick Fanning é um dos surfistas com mais sucesso na história da WSL. O australiano está no tour desde 2002, disputou o título em cerca de 10 temporadas (incluindo as últimas 4) e foi campeão em 3 delas. O ano de 2015 foi “pesado” para este surfista que apesar de se ter separado da sua esposa, ter sido atacado por um tubarão e de ter perdido mais um irmão manteve-se na disputa até ao antepenultimo heat da temporada.

Fanning não é o primeiro campeão mundial a abandonar o tour temporariamente já que tanto Kelly Slater como Andy Irons o fizeram no passado, recebendo posteriormente nova vaga no Championship Tour atribuída pela WSL. Também Tom Curren o fez algumas décadas mais cedo e regressou para garantir o seu terceiro título mundial em 1990.

Mas o facto de ter considerado 2016 como um “personal year” não quer dizer que não vai competir. Mick já garantiu a presença nas duas primeiras etapas do ano, em Snapper Rocks e Bells Beach e deu uma “quase certeza” para Jeffreys Bay!

O ano de descanso vai servir, segundo o 3x campeão do mundo, para mudar de ares e perceber se ainda está apaixonado pela vertente competitiva do desporto ou se quer, de facto, seguir noutra direcção.

Será um merecido descanso para um grande guerreiro do Championship Tour!!

Comentários

Os comentários estão fechados.