Desde que Kelly Slater divulgou as primeiras imagens da sua piscina de ondas, em Dezembro de 2015, especulava-se sobre a possibilidade desta localização fazer parte do Championship Tour.

Na altura ainda havia muito trabalho pela frente, a tecnologia tinha que ser bem testada, para começar. Também o circuito mundial tinha que se adaptar, já que o formato actual não era compatível com um evento com características diferentes. No entanto, mais rápido do que tínhamos previsto, as condições foram criadas.

Em apenas dois anos o feedback de Kelly Slater e amigos permitiu que a onda que já era perfeita, ficasse ainda melhor, surgindo uma secção mais manobrável no início, seguida da já conhecida secção tubular e mais duas secções, semelhantes às primeiras, isto tudo cobrindo uma distância de cerca de 400 metros.

Seguiu-se o teste, feito depois do Hurley Pro, que levou ao interior da Califórnia alguns dos melhores surfistas do Championship Tour. Essa prova comprovou não só que este spot artificial era muito melhor que a onda mais high performance dos EUA (continental), Lower Trestles, como que um evento neste local tinha potencial de ser extremamente interessante.

Junta-se a isso a informação, ainda não 100% oficialmente divulgada, que o tour terá grande mudanças para 2018 e voilá, a WSL oficializou que o tour passará pela piscina já em Setembro do próximo ano. Ainda há poucos detalhes sobre esta etapa mas, certamente, mais pormenores serão desvendados na próxima semana, quando o calendário de 2018 for divulgado…

Notícia em actualização…

Comentários