Jervis and Vagabonds na República Dominicana | As novidades!

publicado há 3 anos por 0

Republica-Dominicana-Jervis-and-Vagabonds-Press-1

A República Dominicana vai MESMO receber 2ª edição do Jervis and Vagabonds! Queres saber mais novidades?

Depois da derrota só os mais fracos não se levantam… A Batalha foi dura, fugiram, navegaram, esconderam-se, mas os guerreiros voltaram mais fortes que nunca. O destino é vencer e as armas serão sempre o alicerce que qualquer guerra. Preparem-se porque tudo vale pelo sonho…

Filipe Jervis volta a lançar o desafio a 16 dos melhores surfistas nacionais, e que decorrerá novamente num ambiente totalmente online. É a segunda edição do Jervis and Vagabonds, e este ano terá grandes novidades.

A maior de todas é a presença do Turismo da República Dominicana como main sponsor passando o evento agora a ser conhecido como Jervis and Vagabonds na República Dominicana.

A entrada do Turismo da República Dominicana irá permitir que os quatro finalistas do Jervis and Vagabonds na República Dominicana viajem para esta ilha paradísica para usufruir das suas ondas, paisagens e lifestyle e, ao mesmo tempo, surfarem in loco as ondas que serão as decisoras para encontrar o vencedor da segunda edição deste inédito evento online.

Para o Turismo da República Dominicana, a parceria com o Jervis and Vagabonds é a oportunidade de lançar em Portugal um novo produto turístico relacionado com a prática de surf e Kyte Surf. A região de Puerto Plata, principalmente a zona de Cabarete, tem condições excecionais para  ambos os desportos e já ganhou notoriedade noutras partes do mundo.
Sendo a República Dominicana um destino que fica a cerca de 7 horas de distância de Lisboa ou Porto, com voos diretos e conexões regulares, e que ainda por cima tem uma fortíssima ligação histórica e cultural à Península Ibérica, faz todo o sentido abrirmos esta porta de oportunidade que temos a certeza que vai deslumbrar os portugueses.
”, declarou Rosário Louro, responsável pela comunicação do Turismo da República Dominicana em Portugal.

Com início da competição marcado para Agosto, esta terá, tal como no ano passado, um formato man-on-man, mas também neste campo há novidades. Isto pois na primeira ronda – a ordem dos heats nesta será aleatória – nenhum Vagabundo perderá, sendo que o primeiro passará directo para a ronda três enquanto o segundo terá mais uma oportunidade de continuar na disputa pois passará para a round de repescagem (a dois).

Os vencedores da ronda dois irão encontrar-se com os vencedores da ronda 1 enquanto os vencidos da ronda dois serão então eliminados.

A ronda 3 será de três surfistas e nesta passarão as dois surfistas de cada heat para a ronda seguinte, sendo os terceiros eliminados.

A ronda 4 será a que vai definir os nomes dos quatro surfistas que chegarão às meias finais e ficarão assim com passaporte carimbado para disputas as fases finais da República Dominicana.

Dando continuidade ao conceito de sucesso do ano passado, os surfistas convidados terão de enviar os clips das suas melhores ondas, para cada ronda, vídeos esses que poderão ser vistos e votados no microsite: http://jervisandvagabonds.com.

A partir das meais finais, disputadas na República Dominicana, os semifinalistas, em conjunto com o camera man e em separado entre si, farão a análise e escolha das ondas obtidas no local, ondas essas que serão depois colocadas em  http://jervisandvagabonds.com para o público ver e, mais uma vez, votar.

Todas as ondas serão avaliadas por um júri, e também neste campo temos novidades pois a edição deste ano contará com sete juízes, sendo que um deles é o mentor do evento, Filipe Jervis, e que este ano não competirá. O restante painel de júri é: Pedro Barbosa (chefe de júri da Liga MOCHE), Nuno Trigo (júri da ASP), Rodrigo Sousa (treinador de surf), Alexandre Grilo, ONFIRE e um sétimo elemento que é composto pelo público.

Estou muito contente com o sucesso dos Vagabonds, é uma enorme satisfação saber que todo o trabalho que tive juntamente com os patrocinadores foi recompensado e é gratificante ouvir diariamente todos os elogios que fazem acerca do evento. Quero agradecer em especial ao Turismo da República Dominicana assim como a todos os patrocinadores que tornaram possível que este evento se pudesse repetir, este ano fora de Portugal.”, declarou Filipe Jervis.

Na primeira ronda (sem perdedores) ganha o melhor aéreo, enquanto que na segunda ronda (de respescagem) a melhor combo de duas manobras (power surf e/ou air game) apurará os vencedores. Na terceira ronda vencerá quem der o melhor tubo e, finalmente, na quarta ronda, a que apurará os quatro surfistas que irão para a República Dominicana, vencem os surfistas que apresentarem a onda mais completa (mínimo de duas manobras).

Sendo as meias finais e a final disputadas na República Dominicana, os critérios para estas fases serão definidos de acordo com as condições locais.

Ao longo das próximas semanas serão apresentados os convidados de Jervis and Vagabonds na República Dominicana para um evento que será, mais uma vez, dinâmico, atual, inovador, arrojado, interativo e que dará a conhecer o nível atual de alguns dos melhores surfistas nacionais.

Serão também apresentadas várias surpresas sendo que o público terá também um prémio muito especial…

Jervis and Vagabonds é apresentado pelo Turismo da República Domincana e conta com os patrocínios da Ericeira Surf & Skate, Sumol, La Point surfcamp, Swatch, Queru e Boardculture, e tem ainda como media partners a ONFIRE.

 

Comentários