A International Surfing Association, entidade que rege o surf internacionalmente, filiada no Comité Olímpico Internacional, anunciou hoje ter chegado a um acordo com o governo de El Salvador para o adiamento dos ISA World Surfing Games, passando a data de 9 a 17 Maio para 6 a 14 de Junho. Em jogo, mais vagas para a qualificação olímpica de Tóquio 2020, sendo que Portugal iria tentar segurar mais 3 vagas para juntar àquela já conquistada nos World Surfing Games do ano passado, no Japão, com brilhante desempenho de Frederico Morais.

Decisão obviamente motivada pela pandemia de COVID-19 que tem lançado o caos também no Desporto mundial.

O Presidente da ISA, Fernando Aguerre, afirmou a respeito desta decisão: Compreendemos as preocupações dos surfistas de todo o mundo enquanto tentamos juntar os nossos esforços aos de todos aqueles que, nos diversos países, tentam conter este vírus. Estamos empenhados numa abordagem responsável deste problema para que possamos voltar à água o mais depressa possível.”

O presidente da Federação Portuguesa de Surf, João Aranha, não se mostrou surpreendido com a decisão:Era expectável que isto acontecesse. Também aguardamos uma eventual e necessária decisão do COI por um adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Lamentamos o sucedido, mas era inevitável, e congratulamo-nos por a ISA ter tomado uma decisão atempada. De resto, é uma posição que está em consonância com aquela que temos advogado desde a eclosão desta crise: desaconselhamos vivamente o surf até se ultrapassar esta pandemia. Sabemos que existe uma exceção legal para os atletas do alto rendimento mas a sugestão do Comité Olímpico de Portugal era para atletas do projeto olímpico, não para todo o alto rendimento. Todos temos de agir responsavelmente! Se isto significa estar fora da água durante alguns meses, teremos de fazer este sacrifício para o bem de todos.”

A nova calendarização será reavaliada dia 20 de Abril, dependendo da evolução da pandemia.

Comentários