A edição de 2020 da Liga MEO Surf, a principal competição de surf em Portugal e o que atribui os títulos de campeões nacionais, fechou a temporada com chave de ouro. Além de coroar Frederico Morais e Teresa Bonvalot como campeões nacionais, a Liga MEO Surf ainda premiou os surfistas e agentes que se distinguiram nas mais variadas áreas. Hoje, 16 de Novembro, Dia Nacional do Mar, sublinha-se um desses vencedores, por ocasião dos valores positivos que o Mar representa para todos os portugueses.

Em memória do malogrado ator e surfista Pedro Lima, um fervoroso praticante do Surf em Portugal, e em coordenação com a sua família e amigos, a Associação Nacional de Surfistas instituiu um prémio anual para o surfista que melhor represente o ‘fair play’ e espírito positivo do Surf em Portugal, valores que Pedro Lima sempre promoveu e instituiu junto daqueles que o acompanhavam nas suas surfadas.

Anna Westerlund, esposa de Pedro Lima
“O Pedro dizia muitas vezes que no desporto não há desigualdades, não há raças; há, sim, responsabilidade, espírito de equipa, há humanismo, verdade e respeito, há solidariedade, dedicação e coragem. Como atleta de alta competição construiu amizades para vida, construiu memórias inesquecíveis que ficarão para sempre. O desporto tem esta capacidade de unir pessoas, de emocionar, de fazer acreditar em sonhos mas só são verdadeiros campeões os que souberem jogar com lealdade, com Fair Play”.

João Francisco Lima, filho de Pedro Lima
“Cá em casa carregamos o espírito de atleta. Somos competitivos e não damos menos que o nosso melhor, foi o que o meu Pai sempre nos transmitiu! Mas sempre com respeito pelo nosso adversário, com a consciência de que do outro lado está alguém na mesma posição que nós, e que merece o nosso pleno respeito. O meu pai ser associado ao prémio Fair Play é uma caracterização perfeita da sua forma de estar na vida e no desporto: dá o teu melhor e espera o melhor dos outros. Só somos adversários do início ao fim do jogo. Se passar para fora, qualquer coisa está errada”.

Em 2020, Gony Zubizarreta foi o escolhido para ser o primeiro vencedor deste prestigiado galardão. Curiosa e coincidentemente, foi ele também o vencedor da edição especial do Allianz Triple Crown Champions em memória de Pedro Lima, que se realizou durante o Bom Petisco Cascais Pro, a última etapa deste ano da Liga MEO Surf.

O surfista galego, que reside na Ericeira há muitos anos, é adorado por todos, tanto entre os seus pares como pelo público em geral. Muito por culpa da enorme gentileza que demonstra constantemente e do sorriso que sempre o acompanha. Dessa forma, Gony foi o primeiro premiado de um galardão que promete vir para ficar e que se foca em atitudes e atos que vão muito além das vitórias.

Foi com muita emoção à mistura que Gony Zubizarreta recebeu este troféu das mãos de Ana Westerlund, esposa de Pedro Lima, durante a gala dos Portugal Surf Awards, que marcou o encerramento de mais uma temporada da Liga MEO Surf.

Gony Zubizarreta, vencedor do prémio Pedro Lima 2020
“Estou muito contente por receber o premio ‘Fair Play Pedro Lima’. Este é um prémio muito especial para mim. Estou muito agradecido pelo reconhecimento que representa. Considero ser muito importante transmitir estes valores na competição e na vida em geral aos mais jovens. Obrigado por este premio tão especial”.

Comentários