Faltando poucos dias para o início da terceira etapa do WCT, o Billabong Rio Pro, somos brindados com uma (possivelmente) boa notícia e uma má.

Começando pela má, o campeão em título do Billabong Rio Pro, John John Florence, não vai competir no Brasil este ano. Tudo começou numa expression session entre heats na primeira etapa e um aéreo reverse com recepção difícil. Seguiram-se algumas análises e a retirada dessa prova com esperança de conseguir competir na segunda etapa, o Rip Curl Pro Bells Beach. Em poucas semanas a esperança desapareceu e o seu nome saiu da grelha de heats.

O mesmo se passa agora para a terceira etapa, o Billabong Rio Pro. Aparentemente o seu tornozelo não está completamente recuperado e Florence não quer regressar enquanto não estiver a “funcionar” a 100%. No entanto, algo nos diz que o havaiano não vai faltar às etapas seguintes, que se realizam em Fiji, Bali e no Tahiti. O que fica de lado é um título mundial em 2013, que neste momento parece impossível.

A boa notícia é que o nosso “Tigre”, Tiago Pires, parece estar a recuperar bem da lesão que contraiu no seu joelho e há boas hipóteses de conseguir competir no Brasil. Saca comentou o seguinte com a ASP:”Normalmente a recuperação para este tipo de lesões é de 4 a 6 semanas, mas eu estou a trabalhar duro para recuperar a tempo de competir no Rio. Estou a fazer duas sessões de fisioterapia por dia e espero estar perto dos 100% antes do evento!” A força de vontade do nosso guerreiro não tem limites e algo nos diz que vai “fazer bonito” do outro lado do Atlântico!

Outro competidor do WCT que não se tem mostrado completamente recuperado é o fenómeno brasileiro Gabriel Medina, que também se lesionou a competir na primeira etapa e desde aí tem estado a surfar a “meio gás”. No ano passado “Gabe” perdeu prematuramente no Brasil e é provável que esteja focado em tirar um grande resultado para limpar a má memória do 2012.

O Billabong Rio PRO começa no dia 8 de Maio, acompanha todas as novidades em www.onfiresurfmag.com!

YouTube Preview Image
Comentários

Os comentários estão fechados.