Federação Portuguesa de Surf desvenda nova equipe técnica nacional!

publicado há 3 anos por 0

FPS-New-TEam

E o novo Seleccionador Nacional, Director Técnico e Coordenador para Circuitos Regionais são…

A nova equipe da Federação Portuguesa de Surf (FPS) tem vindo a fazer algumas mudanças desde que tomou posse. Uma das mais recentes foi a emissão oficial da posição desta entidade perante o caso de Ribeira d’Ilhas. Outra, ainda mais recente, foi a saída de José Manuel Braga do cargo de Seleccionador Nacional e, por isso, seria uma questão de tempo até a FPS divulgar a nova equipe técnica.

E foi esta que hoje foi desvendada. Assim, o novo Seleccionador Nacional é David Raimundo. Licenciado em Ciências do Desporto, Edducação Física e Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana e com pós-graduação em surf pela mesma entidade, possuindo também a cédula de treinador de nível 2 da FPS, Raiumundo não só foi e continua a ser um dos grandes nomes do surf nacional como é um dos mais conceituados treinadores (juntamente com Nuno Telmo no Surftechinque). Enquanto atleta, Raimundo foi vice-campeão nacional de surf em 2008, campeão europeu de Selecções em 2007 e 2011, tendo integrado a Selecção Nacional em 3 Campeonatos da Europa e 2 Campeonatos do Mundo.

Já o novo Director Técnico Nacional é o Professor Doutor Miguel Moreira. Estudou Educação Física e Desporto na Faculdade Motricidade Humana (FMH), sendo doutorado em Treino Desportivo (surf). Foi ginasta da selecção nacional e campeão nacional de trampolins. Foi treinador durante 10 anos no Ginásio Clube Português, com ginastas campeões nacionais e da selecção nacional. Também foi seleccionador nacional de saltos para a água (1997 a 2000). Iniciou em 2000 e coordenou durante 9 anos o projecto Surftec, na FMH, com o objectivo de investigar o surf, desenvolver métodos de treino e acompanhar os surfistas em competição. Teve alguns bons resultados no surf (2 campeões da Europa na selecção nacional, 3 vencedores da Taça de Portugal, 1 vencedor da taça dos campeões europeus de clubes, 3 campeões nacionais surf esperanças, 1 vice-campeão sub 14 e 2 3ºs lugares sub 18 masculino e feminino no Euro Juniores 2008 Marrocos). Além de juiz de trampolins e de saltos para a água, foi formador na FPTDA de 1994 a 2011 e é formador na Federação Portuguesa de Natação desde 1991 e da Federação Portuguesa de Surf desde 2002.

Miguel Moreira assume as funções de Director Técnico Nacional, através de uma cooperação entre a FMH e a FPS, com o objectivo de desenvolver o surf e a formação de treinadores. Fica sob a sua coordenação toda a estrutura técnica da FPS, onde estão incluídos o director técnico das provas da FPS, o seleccionador nacional, o treinador do surf, o treinador do bodyboard (e das outras modalidades caso se justifique), o preparador físico e a equipa clinica. Todas as decisões técnicas relacionadas com regulamentação e participação das selecções nacionais em competição estão sob a sua supervisão.

O Coordenador para os Circuitos Regionais é Tiago Matos. Juiz da Federação Portuguesa de Surf desde 1998, é juiz internacional desde 2002, Director Técnico de Provas FPS desde 2003 da Federação Europeia de Surf (ESF) desde 2006 e Chefe de Juízes ESF desde 2004. Também desempenha as funções de Director Técnico do Nacional de Surf Open (agora Liga Moche) desde 2004. Enquanto dirigente, fez parte da Direcção da Associação de Surf da Costa de Caparica (ASCC) entre 1998 e 2006, com o cargo de presidente de 2006 a 2010. Faz parte do Comité Executivo da ESF desde 2011.

Enquanto Coordenador para os Circuitos Regionais, cargo agora criado na FPS, a sua função será a de apoiar os clubes organizadores na construção de equipas técnicas e criar bases para uma estrutura descentralizada de desenvolvimento das modalidades da
FPS.

 

Comentários