As jovens estrelas em ascensão na Liga MOCHE

publicado há 10 meses por 0

ESTRELAS-EM-ASCENSAO-NA-LIGA-MOCHE

A pouco mais de uma semana do início do Allianz Ericeira Pro by Dakine, primeira etapa da Liga MOCHE 2016, que se realiza na Praia de Ribeira D’Ilhas durante os dias 18 e 20 de Março, os melhores surfistas nacionais começam a acelerar a sua preparação para a principal competição nacional.

Entre eles, estão várias jovens estrelas em ascensão que têm vindo a ganhar destaque graças ao nível de surf apresentado nas últimas edições da Liga. Guilherme Fonseca, que terminou 2015 na 22ª posição do ranking, mostra-se ansioso por mostrar o que tem vindo a treinar. “O meu objectivo é ficar dentro do top 5 e espero mostrar um surf maduro e forte. Mal posso esperar pela primeira etapa da Liga Moche!” revela o surfista de Peniche. Já Dylan Groen, que foi o melhor júnior masculino na Liga do ano passado ao terminar o ano em 20º, não esconde a sua ambição de “melhorar o meu ranking de 2015 na Liga Moche”.

Para estes dois surfistas, é unânime que competir na Liga contra Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Tiago Pires e os outros tops nacionais, é um desafio positivo. Guilherme Fonseca, que este Inverno passou um mês no Havai a treinar, conta que quer “bater-me contra eles sem medo”. Já Dylan, surfista de ascendência alemã mas que faz do Guincho local de treino, usa as disputas contra os tops como “motivação para dar o meu melhor”.

Nas senhoras, os objectivos estão bem traçados para Mariana Assis, 6ª classificada da Liga em 2015. A surfista, que fez viagens de preparação da época para a Austrália e Indonésia, quer “ser campeã nacional”. Por sua vez, Inês Bispo, que tem dividido o seu tempo entre a escola e os treinos de surf, quer ir além dos resultados de 2015 pois o ano passado ficou aquém das suas expectativas. “Soube-me a pouco porque tive muito perto de algumas finais e não as alcancei” explica a surfista que terminou 2015 na 7ª posição do ranking da Liga.

Francisco Rodrigues, presidente da Associação Nacional de Surfistas, não esconde o seu contentamento quanto à presença de jovens surfistas na Liga. “Um dos desígnios da Liga Moche é proporcionar aos mais novos uma plataforma de excelência para confronto directo com os mais experientes. Já fazemos esta aposta há vários anos e acreditamos que isto é determinante na aceleração das suas carreiras, como aliás já aconteceu com o Kikas, o Vasco e com outros surfistas que se afirmaram no circuito nacional de surf. O resultado é que todos os anos surge pelo menos um novo nome a começar a atrapalhar a vida dos surfistas de topo. Assim o esperamos em 2016 e aproveito para desejar boa sorte a todos”.

O calendário da Liga MOCHE para 2016 é o seguinte:
18 a 20 Março – Allianz Ericeira Pro by Dakine
8 a 10 Abril – Allianz Caparica Pro
13 a 15 Maio – Sumol Porto Pro
3 a 5 Junho – Allianz Sintra Pro
6 a 8 Outubro – Cascais Pro

Comentários