Depois de dois dias de grandes confrontos e muito bom surf apenas oito surfistas se encontram em prova, na categoria masculina, para o último dia do Allianz Caparica Pro.

Serão algumas das baterias mais competitivas da história da Liga MOCHE e poderão fazer muita diferença na disputa do título no fim do circuito.

Fica com uma análise das baterias, heat a heat.

Heat 1: Vasco Ribeiro vs Frederico Morais

Vasco e Frederico são os surfistas que dominaram a Liga MOCHE nos últimos três anos. Seria de esperar que os dois só se encontrassem nas meias finais, mas Frederico passou para esta fase num incaracterístico segundo lugar, antecipando este confronto. A última vez que estes dois surfistas se encontraram numa bateria man-on-man da Liga foi na final da segunda etapa de 2013, no Porto. Frederico foi quem venceu esse “superheat“ e assim disparou na liderança do ranking, o que resultou no título nacional no fim do circuito.

Analisando as estatísticas desde o início de 2013 Morais é o favorito, mas as médias desta prova dão vantagem a Vasco Ribeiro. Uma coisa é certa, será um heat inesquecível.

Hipóteses de vitória (by ONFIRE): Vasco Ribeiro – 50% | Frederico Morais – 50%

Heat 2: Gony Zubizarreta vs Ruben Gonzalez

Este é o único heat desta fase que não é uma repetição uma final recente, mas poderá perfeitamente ser um dos melhores do dia. Gony Zubizarreta é o grande favorito apenas pelo facto de ser “dono” das melhores médias do campeonato. O galego tem 4 das 10 melhores ondas dos primeiros dois dias de prova e parece ser o homem a abater na Caparica.

Já Ruben é o recordista de títulos da Liga MOCHE (4) e o surfista mais experiente do circuito. Gonzalez não venceu nenhum dos três heats em que participou no Allianz Caparica Pro mas poderá estar a guardar-se para o fim, como já fez por diversas vezes no passado.

Hipóteses de vitória (by ONFIRE): Gony Zubizarreta – 75% | Ruben Gonzalez – 25%

Heat 3: Tomás Fernandes vs Zé Ferreira

Tomás e Zé encontraram na final da etapa da Ericeira de 2013, e fizeram uma das melhores disputas do ano. Fernandes estava a competir em casa e soube encontrar as secções certas para vencer, garantindo assim o seu primeiro “caneco” na Liga MOCHE. Além disso Tomás passou para esta fase em primeiro lugar, vencendo um heat duríssimo no round de 16.

Por sua vez Zé está mais habituado a este tipo de condições e parece estar ainda mais focado que no passado. Ferreira nunca venceu na Liga e tem com certeza como objectivo estrear-se no primeiro lugar nesta etapa.

Hipóteses de vitória (by ONFIRE): Tomás Fernandes – 45% | Zé Ferreira – 55%

Heat 4: Nicolau Von Rupp vs Marlon Lipke

Os dois luso-germânicos são dos mais frios competidores que a Liga “conhece”. O ano de 2013 fechou com uma final entre os dois, vencida por Marlon, que se tinham também cruzado nas meias finais da última etapa de 2012, tendo Nicolau saído vencedor nessa ocasião.

É difícil atribuir o favoritismo a qualquer um dos dois pois Marlon é teoricamente superior neste tipo de condições mas Nicolau tem estado mais dominante nos heats. Isso dá a Von Rupp uma ligeira vantagem “on paper”, mas será garantidamente um dos heat muito equilibrado.

Hipóteses de vitória (by ONFIRE): Nicolau Von Rupp– 55% | Marlon Lipke – 45%

Acompanha tudo em directo a partir das 9 horas, AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.