Pedro Boonman fala sobre o Boonman Air Show de 2015

publicado há 2 anos por 0

BOONMAN-MINI-ENTREVISTA

A segunda edição do Boonman Air Show foi um dos campeonatos mais divertidos e carregados de acção que a Praia de Carcavelos recebeu nos últimos tempos. O responsável pelo evento foi um surfista bem conhecido pelos seus aéreos abusados, Pedro Boonman, que assim partilhou com o público o melhor que o surf progressivo tem para oferecer em Portugal. A ONFIRE falou com ele para saber mais sobre a experiência de organizar o Boonman Air Show Presented by FOX pelo segundo ano consecutivo!

Pedro, conta-nos quais foram as principais diferenças entre o Boonman Air Show de 2014 em comparação com 2015?
Este ano o que foi mais visível foi o aumento do prize money, que quase triplicou o valor de 2014. Foi um total de 2.350 euros, distribuídos entre os finalistas e também pelos surfistas que deram as melhores manobras. Havia 100 euros para o maior aéreo, 250 euros para o maior “slob” e o primeiro lugar na final ganhava 700 euros.

E a nível de competidores, quais foram as grandes novidades?
Houve alguns convidados internacionais, como o Alex Vilalta, o Gony Zubizarreta, que se lesionou e foi substituído e, claro, o Kanoa Igarashi, que tem estado por Portugal e aceitou o convite! Também o Marlon Lipke esteve presente este ano pela primeira vez.

Vimos que as lycras eram diferentes dos campeonatos normais…
Sim, o Boonman Air Show tem uma componente mais de diversão e não é tão competitivo como os outros campeonatos. Por isso deu para brincar um pouco com as lycras, que tinham as alcunhas ou nomes que eles gostavam e os seus números.

Como foi organizar este evento? A experiência do ano passado facilitou o teu trabalho?
No ano passado foi tudo novo e havia todo o nervosismo de ser a primeira vez. Nessa semana quase nem dormi e andei de um lado para o outro a tratar de coisas enquanto que este ano já tinha essa a experiência de tratar de tudo e o pôr de pé o espaço, foi um bocadinho mais fácil mas foi mais stressante por causa do swell!

A previsão mudou muito ao longo da semana, o que esperavas do Domingo?
O Pedro Monteiro ajudou-me na previsão, como no ano passado. Vimos que durante a manhã ia entrar um swell de oeste, com um segundo swell a entrar de sul, com mais força. Era previsto que entrasse por volta das 6 da manhã mas aconteceu um pouco mais tarde. Quando cheguei à praia estava pequeno mas foi crescendo ao longo do dia e chegou a quebrar um set de metro e meio. No fundo não podia ter pedido melhores condições, o vento era perfeito para os aéreos!

Qual foi para ti o momento alto do evento?
Foram vários, estar ali a assistir foi incrível e foi um privilégio ter os convidados que tínhamos. Mas acho que a manobra do Frederico Morais, que ganhou o prémio, um aéreo reverse full rotation, foi o mais impressionante. O surf do Kanoa Igarashi também foi muito bom, houve inclusive uma onda em que deu dois aéreos. E o Filipe Jervis ia acertando um “slob” gigante que lhe poderia ter garantido a vitória.

O que está nos planos para a próxima edição do Boonman Air Show?
Estou à procura de apoios para que a terceira edição tenha mais prize money e dimensão. Não posso deixar de agradecer à FOX, que me ajudou muito, à Monster Energy e ainda ao Bana, à Polen Surfboards, aos meus pais e à minha namorada!

Comentários