O ano de 2020 prometia ser próspero para o surf, como desporto e como indústria, devido à sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Infelizmente tudo mudou muito rapidamente devido à pandemia de Covid-19, que deixou grande parte do mundo em stand by. Foi accionado o estado de emergência em muitos países para que todos fiquem em casa de modo a “estancar” a transmissão do vírus. E apesar de se estarem a preparar planos de emergência para que os Jogos Olímpicos se realizem, o que é certo é que já não deve acontecer nas datas previstas em Agosto.

Várias equipas já oficializaram a sua retirada de onde se destaca a Austrália, uma das grande favoritas à vitória na nossa modalidade. Também o Canadá o fez e a Noruega, enquanto que o Brasil e Eslovénia sugeriram um adiamento para 2021. Não será a primeira vez que algum tipo de catástrofe põe em causa a realização do evento, tendo inclusivamente as edições de 1940 e 1944 sido canceladas devido à segunda guerra mundial.

Frederico Morais é o único surfista português com vaga olímpica confirmada para os Jogos Olímpicos de 2020 mas, ao que tudo indica, não será em Agosto que vai vestir a “lycra olímpica” mas sim algures em 2021.

Fica atento a mais novidades em breve…

Comentários