Francisco Duarte fala sobre desafios | Mini-Entrevista

publicado há 3 anos por 0

FRANCISCO-DUARTE-MINI-ENTREVISTA-2

Perseguir uma carreira profissional no surf não é fácil. Mais difícil fica quando se está longe dos “pólos” do surf, neste caso, do centro do país. O algarvio de Portimão, Francisco Duarte, decidiu arriscar e tentar a sua sorte no sítio onde o desporto está mais desenvolvido. Alguns meses depois de se mudar para Lisboa a ONFIRE fez-lhe algumas perguntas para saber como está a correr a transição.

Há quanto tempo estás a viver em Lisboa?
Há cerca de 6 meses.

Onde tens surfado mais?
Tenho surfado mais pela Linha do Estoril, em praias como Carcavelos, Poça, Bolina… E pela Costa da Caparica também.

Quais são, na tua opinião, as grandes diferenças entre o tipo de surf que se faz no centro e o do sul?
No Sul existem praias com imenso potencial, com grandes ondas e vejo com bons olhos a evolução do surf Algarvio nos próximos anos. Por outro lado, no centro as escolas são em maior número tal como o número de praticantes, logo considero que seja normal que apareçam mais atletas a dar cartas no Centro do que no Sul.

Quais são as maiores dificuldades que encontras em viver longe do Algarve?
Sem dúvida alguma é o facto de estar a viver longe da minha família. Em certos momentos, sinto que é muito difícil para um miúdo de 16 anos lidar com certas situações do quotidiano, como quando estamos mais em baixo ou quando estamos assim mais tristes.

E as maiores vantagens?
As maiores vantagens têm sido ao nível da qualidade e quantidade de treino, que considero que têm sido muito elevadas e que desde já queria agradecer a todos os meus treinadores da Surftechnique, que têm sido fundamentais para a minha evolução.

Como têm corridos os campeonatos ultimamente?
Para ser sincero, considero que os campeonatos este ano têm corrido mesmo mal. Na minha opinião, acho que o factor que tem sido a principal causa disso tem sido a parte psicológica. Por vezes a falta de confiança em mim ou a grande pressão que meto “em cima” de mim tem influenciado muito a qualidade do surf que tenho apresentado nos campeonatos e consequentemente o resultado final do respectivo campeonato.

Quais são os teus objectivos a curto prazo?
Acima de tudo melhorar a minha confiança em competição, com o objectivo de em cada heat conseguir mostrar o meu surf. Outro objectivo a curto prazo é melhorar a qualidade da minha técnica, corrigindo os meus erros e lacunas.

Queres acrescentar alguma coisa?
Queria agradecer muito a todas as pessoas que me apoiam, muito à minha família, aos meus treinadores, aos meus amigos, à X-cult, à Xcel e à FCS. Para quem quiser acompanhar o meu dia-a-dia pode faze-lo através do facebook, https://www.facebook.com/Xicoduarte97, ou pelo instagram: “@xicoduarte”.

Comentários