Francisco Alves fala sobre a sua lesão | Mini-Entrevista

publicado há 4 anos por 0

FRANCISCO-ALVES-FALA-SOBRE-A-LESAO-MINI-ENTREVISTA

2013 estava a ser, até agora, o melhor ano da carreira competitiva de Francisco Alves pois parece finalmente ter conseguido surfar perto do seu nível de free surf em competição. Infelizmente uma lesão recente obrigou-o a “encostar-se às boxes” durante algum tempo e faltar à terceira etapa da LIGA MOCHE. Fica com um “update” da sua situação…

Como fizeste a tua lesão?
Foi no Surf à Noite (evento), as quilhas da minha prancha encravaram na areia e eu bati com imensa força com o joelho na areia.

Quando saíste da água no Surf à Noite não parecias estar lesionado, quando percebeste que podias ter algo sério?
Pois foi, quando saí nem sequer percebi que tinha sido alguma coisa grave. Pareceu-me estar tudo bem mas acho que foi devido a estar com o corpo ainda quente e a água estar gelada.

O que tens exactamente?
Tenho um traumatismo grande na rótula e uma fissura no menisco.

Quanto tempo achas que vais demorar a ficar novamente a 100%?
Faz hoje praticamente três semanas e já me estou a sentir a 80%. Tenho andado a fazer imensa fisioterapia e isso ajudou imenso. Surfei hoje pela primeira vez e fiquei contente pois não tive quase dor nenhuma.

É a tua primeira lesão grave?
Sim, acho que foi sem dúvida a que me fez parar mais tempo e que deu mais trabalho na recuperação.

Esperaste até à última para te retirares do campeonato da Ericeira, foi mais esperança ou teimosia?
Acho que foi apenas esperança, eu sabia perfeitamente que não iria conseguir entrar desde o dia a seguir ao Surf à Noite. Fui apenas tentar perceber realmente se era ou não impossível fazer surf. Percebi logo na primeira onda que seria impossível e nem tentei esforçar mais o joelho pois estava com imenso medo de piorar.

Foi difícil acompanhar o campeonato sem conseguires participar?
Foi realmente muito difícil pois adoro Ribeira e as ondas pareciam mesmo fun. No entanto adorei ver o campeonato e todos aqueles que estavam a surfar muito bem como o Tomás Fernandes, José ferreira, Miguel Blanco e Filipe Jervis. Gostei mesmo de ver e deu para aprender bastante a ver os erros dos atletas que iam perdendo ao longo do campeonato

Como te sentes neste momento?
Agora sinto-me bem, foi chato mas tudo se resolve e estou muito contente de estar de volta ao surf. Nestas alturas é que se percebe realmente o que o surf significa e a importância que tem nas nossas vidas. Aproveito para agradecer muito ao Gonçalo Saldanha pela ajuda que me deu estes dias todos!!!

Achas que vais estar apto para a próxima etapa? Se não, quando ou qual?
Sim, sem dúvida que sim, para a próxima etapa ainda faltam duas semanas então até lá tenho tempo para estar mesmo a 100% e com o ritmo todo. Estou cheio de vontade de competir.

O que tens feito para te entreteres, além da fisioterapia e mandar Snapchats?
Pois, isso foi o mais difícil!! Não ter mais nada para fazer é o pior, no entanto quem inventou o Snapchat e o Instagram safou-me de muitas horas de seca!!

Para terminar fala-me de objectivos para este ano…
Este ano o meu único objectivo é qualificar-me para o mundial de juniores em Bali e para isso tenho que ficar no top 5 europeu. No entanto este circuito só começa em Julho e é para esse circuito que eu quero estar a 100%!

 

Comentários