“Como é que é, vamos à cave amanhã?” “Cave? ya, bora lá!!”

Basicamente depois das revistas terem acabado é muito raro ir fotografar surf, a não ser que seja algum sítio especial, com alguém especial. Neste caso foi um telefonema do Nicolau que me fez acordar cedo, sair de Lisboa com o sol a começar a rasgar e chegar à Ericeira quase ao mesmo tempo que o nevoeiro, clássico!! Na encosta estava o Nicolau, o Blanco, o António Silva, o Torrey Meister e o Albee Layer, tinha tudo para ser mais uma sessão épica. Mas a Maré já não estava no ponto e o swell também não…

Entraram todos mas passados uns 30 minutos remou tudo para a Crazy Left. Não estava fácil para fotografar com o nevoeiro todo que estava, no entanto tinha aquela esperança de ver grandes aéreos do Albee Layer, só que não…

A sessão foi dominada pelo Blanco que estava bem afinadinho e pelo Nicolau que, provavelmente habituado ao peso da Nazaré, aproveitou para brincar na esquerda maluca.

Primeira sessão feita, nevoeiro cerrado por isso só nos restava um belo peixinho grelhado. Voltámos à carga da parte da tarde, mais uns voos, umas rasgadas e o nevoeiro volta com mais força que de manhã. Para mim deu para matar saudades e fazer gosto ao dedo e para perceber que fotografar surf é um bichinho que nunca morre, apenas damos espaço para voltarmos com a mesma pica de sempre.

 

Esta sessão foi feita em Novembro de 2019.

Comentários