Vasco Ribeiro garante vaga no CT de Peniche!

publicado há 2 anos por 0

Vasco-Ribeiro-CT-2015

Com a vitória de Ribeiro sobre Morais no round 4 do Allianz Billabong Pro Cascais há momentos, Ribeiro garantiu a sua (primeira) presença no Moche Rip Curl Pro Peniche!

Depois de uma manhã brilhante para Morais e Ribeiro no último QS10.000 em águas nacionais em 2015, os dois grandes valores do surf nacional encontraram-se no round 4 do Allianz Billabong Pro Cascais.

Em jogo estava muito mais que os preciosos pontos para o QS pois o vencedor deste heat saíria também da água com a confirmação de que receberia o wildcard para o mais importante evento de surf realizado nas nossas águas, a penúltima etapa do CT em Peniche, o Moche Rip Curl Pro Portugal, que este ano acontecerá de 20 a 31 de Outubro.

O heat começou com ambos os surfistas à espera de uma boa onda. Morais foi o primeiro a arrancar e a usar a fórmula que o levou a este round, duas manobras fortes de backside. Garantiu desta forma um 7.17. Logo atrás, Ribeiro arrancou e encaixou três manobras, uma rasgada rápida e duas pauladas mas que não tiveram a explosão de Morais pelo que a sua nota acabou por sair um 5.67.

Momentos depois, Morais arrancáva novamente e encaixava uma onda com quatro manobras: duas fortes e explosivas pauladas seguidas de um floater e mais duas pequenas rasgadas, garantindo, na sua segunda nota, um 8.07, e deixando Ribeiro a necessitar de uma nota excelente, um 9.57.

Mas Ribeiro já esteve nesta posição várias vezes e é daquels surfistas que nunca desiste. Depois de várias notas sem expressão, o surfista da Poça agarrou mais uma esquerda e que destruiu com uma precisão e potência de campeão mundial júnior, o que o fez voltar ao heat com um excelente 8.17 ficando, com cerca de dois minutos e meio para fazer o 7.07 que necessitava para vencer.

Começou o jogo do gato e do rato, com Morais com prioridade. Morais, nos últimos segundos, apanhou uma onda para bloquear Ribeiro, onde essa onde acabou por não conseguir melhorar as suas notas pois foi uma onda com pouco potencial. Ribeiro apanhou a onda seguinte e demolui-a de uma forma inacreditável, encaixando pauladões furiosos apesar de ser uma onda um pouco mais pequena. Necessitava de um 7.07  e conseguiu um excelente 9.73! Com a adrenalina a explodir, Ribeiro garantiu-se assim nos quartos de final do Allianz Billabong Pro Cascais, e, também desta forma, a sua primeira presença frente à elite do surf mundial, o CT, já a partir de 20 de Outubro em Peniche. E temos um português no Moche Rip Curl Pro Portugal!!! YEWWWW!

Entretanto o Allianz Billabon Pro Cascais continua no Guincho com grande acção e podes assitir ao vivo aqui!

Comentários