Quem são os surfistas favoritos dos teus surfistas favoritos? A ONFIRE quis descobrir quem são os preferidos dos melhores surfistas do país e porquê…

10 – John John Florence | Será um dos surfistas preferidos de quase todos os surfistas de hoje. É provavelmente o melhor em todos os aspectos do surf do agora, tem os aéreos mais altos, tem os tubos mais fundos, tem rail, tem power e parece que nunca vai conseguir mas consegue sempre, no free surf e em competição. Não acredito, como se costuma dizer muito, que não surf de maneira competitiva nos heats, acho antes que tem uma mudança a mais que toda a gente e isso deixa muitos queixos no chão e cria uma espécie de mito à sua volta.

9 – (Nunca houve mais sentido de “não pode ser verdade…” no surf do que em) Kelly Slater | Eu vi 10 anos de “como é possível?” mas ele já cá andava há 20 antes disso a ser o melhor incontestavelmente. Não sou um observador de desporto tão atento assim, mas quantos dominaram tanto e por tanto tempo no que quer que seja? Imagino que não muitos. Para além disso, parece-me um ser humano tão complexo que não são poucas as vezes que o chamam de extra-terrestre, e quem não gostaria de ser um extra-terrestre como ele?

8 – (E por falar em versatilidade…) Gabriel Medina | Tem de ser a força da natureza do tour. Vai buscar as cartas dos outros surfistas, os carves do Ace Buchan, o backside do Nat Young, os tubos do John John, junta-lhes um pouco de “eu não vou perder”, e a dois minutos do fim do heat, sabe-se lá como, consegue ser melhor que qualquer um em qualquer coisa, pelo menos nesse momento. Não concordam ou não gostam que seja verdade? Ex: o último heat que fez com o John John nos tubos de Teahupoo.

7 – Mick Fanning | Se estivéssemos a falar de relógios, não seria importante ter, como critério, que o relógio nunca falhasse? Não há surfista com as horas mais perfeitamente acertadas.

6 – Taj Burrow | Desde sempre foi o meu surfista preferido. Exactamente por não ser um relógio Suíço como o Mick. Tem muitas falhas técnicas, mas parece que a sua prancha às vezes desenha sorrisos. Tem uma energia que não têm muitos. Além disso, apanhei-o em Keramas há poucos meses bêbado perdido, e ver o teu ídolo de sempre bêbado e perceber que é, sem grandes rodeios, “ o maior bacano”, faz com que ele fique guardado na lista para sempre.

5- Jordy Smith | É quem eu mais gosto de ver surfar. Aquele 10 em J-Bay…

4 – Dane Reynolds | Seria quem eu mais gosto de ver a surfar se o visse a surfar mais vezes. Ainda assim, sempre que sai qualquer coisa dele todos os “ ele já nem faz surf quase” são rapidamente calados, até mesmo os meus. Pelo menos durante duas semanas, porque a malta fala muito, e eu também… Faz tudo que não se pode fazer. critica a Quiksilver, não tem paciência para autocolantes (ouvi dizer que paga a um miúdo dali para faze-lo. Imagina teres 14 e o Dane pedir-te para lhe preparares a prancha… lindo!!!) bebe muita cerveja, faz roundhouses reverse, edita vídeos demasiado malucos, não compete… toda uma panóplia de coisas que me fazem dizer: este gajo é o maior.

3- Kepa Acero | Não sei o que será verdade e o que será menos verdade nas suas histórias mas, no mínimo, será um grande contador de histórias e na comunidade surfistica qualquer capacidade que te faça ser interessante que não seja um aéreo reverse já é interessante o bastante. No entanto, uma viagem à Patagonia com uma GoPro na mochila e uma prancha na mão e… pouco mais,  não pode não ser menos do que incrível sob qualquer ponto de vista.

2 – Bobby Martinez | A primeira razão não podia ser mais obvia: aquela entrevista. Deve ter sido um dos momentos mais polémicos e intensos do surf desde sempre. O campeonato mais caro que o surf já viu e vem aquele indivíduo com cara de gangster ( e eu não sou de julgar, mas… sim ele tem pinta de quem vai armado pela rua). O que eu mais gostei não foi o que ele disse, foi a maneira como ele disse, porque saiu-lhe do coração. Um coração bastante sujo, onde voam balas perdidas e a polícia vai com medo pelas artérias e veias, mas ainda assim do coração. E pessoas de verdade num meio onde muitas vezes se joga demasiado com a aparência, são pessoas que fazem falta, Bobby we miss u. A 2ª razão é o backside.

1 – A minha mummy! | Quando estamos a falar de surfista preferidos é importante ter critério. Ou então não. Pelo menos não só um. Eu tenho surfistas preferidos porque surfam bem ou então porque dizem ao mundo inteiro que o mundo inteiro é uma boa m…….. Mas acho que há um critério que é mais importante do que todos: se se nota que o surfista em questão gosta de fazer surf. Porque é isso que mais importa, para mim. Eu faço surf não porque tenho “o” carve, ou porque sou interessante se isto ou aquilo… eu faço surf porque adoro fazer surf, e é por isso que todos nós deveríamos fazer qualquer coisa. A minha mãe, esteja chuva ou sol, frio ou calor, 2 metros on-shore ou flat, está em Carcavelos. Começou a surfar com 40 anos para me acompanhar e já lá vão 10, e ela continua a vir em frente nas espumas com o maior dos sorrisos na cara, porque a naquele momento, ela é a surfista mais feliz que conheço!

Mais “10 surfistas preferidos” na próxima semana em www.onfiresurfmag.com!

Comentários

Um comentário a “Top10 | Os 10 surfistas preferidos de… João Kopke”

  1. Jorge Antunes diz:

    Não tenho um gosto especial por ler testamentos, mas finalmente alguém que responda às perguntas (seja nesta “secção” ou noutra) sem parecer que paga por cada letra que usa, ou que está a fazer um favor a quem lê! Uma análise interessante e original.
    Pode não ser a próxima estrela do surf mundial a nível de surf, mas seja bem-vinda alguma personalidade/intelectualidade ao surfista profissional português clássico (em especial à nova geração). Surfistas bons há muitos…